segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

0 Leopoldo De Meis - "Com esforço, conseguimos o que queremos"

Bom dia, gente.

Hoje o blog faz uma postagem extra, em homenagem ao Prof. Leopoldo de Meis, falecido ontem, 07/12/2014, aos 76 anos. 

Antes de explicar a vocês quem foi o Leopoldo, tenho que contar uma história. Não é longa, nem sei se é bonita, mas traz inspiração:


"Era uma vez uma moça que queria ser cientista. Ela fez graduação em Biologia e queria começar o Mestrado em Bioquímica. Mas ela ficou surda no final da graduação. Muito triste, sem esperanças, ela achou que não poderia continuar nessa carreira e em mais nenhuma outra. Sua professora/orientadora e seus pais ajudaram muito, mas ela ainda tinha dúvidas. Então, um dia, quase de noite, ela precisou ir a um outro laboratório, para usar um equipamento de cintilação líquida. Ela gostava de lá, pois assim que abria a porta, via  um aquário com peixinhos do tipo "Japonês", douradinhos e abobrinhas. Enquanto estava lá, esperando a leitura da radioatividade do seu experimento, um senhor veio pedir a ela para fazer a voz num vídeo de divulgação científica que ele e sua equipe estavam gravando. A moça, assutada por estar conversando com o único cientista famoso que conhecia, deu um sorriso sem graça e explicou que era surda, ia ser difícil ajudar. O senhor, muito simpático, deu um sorriso largo e respondeu:


- Tudo bem você não ter audição. Eu não tenho juventude, mas, ainda assim, podemos conseguir o que queremos. Só precisamos de um pouquinho de esforço, não é?

A moça abriu a boca, mas não tinha mais o que falar. Sorriu e foi ajudar a gravação estranha, que falava de Cientistas e D. Quixote (cujo nome só descobriu depois - Guerreiros Valentes do Impensável - e nem sabe se a voz que ficou foi a dela mesmo)."


Leopoldo de Meis, nasceu na Itália e se naturalizou brasileiro. Foi Professor Titular e fundador do Instituto de Bioquímica Médica da UFRJ, antigo Departamento de Bioquímica Médica, cujo nome foi modificado para IBqM Leopoldo de Meis em novembro de 2013. Criador do Programa de inclusão científica "Jovens Talentosos" e dos cursos de férias para alunos do ensino médio, recebeu diversos títulos e prêmios, e detestava ser chamado de Senhor. Resumir sua vida de pesquisa e educação em poucas palavras é praticamente impossível! Então, deixarei alguns links sobre seus diferentes trabalhos:



Já havia sido uma Luz aqui, nesta nossa Terra. Para ser Luz no céu, meio caminho andado.




Bençãos da Deusa a sua essência e sua família.


Nu.

Nota de Falecimento - Reitoria UFRJ

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja legal: aumente nosso ego deixando seu comentário!
Mas, ei! Cuidado aí! Sem comentários ofensivos!
Um imenso obrigado de todos nós!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...