quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

2 5 coisas que você não sabe sobre Surdez

Oi, gente!

O assunto de hoje é sobre surdez. Sobre o que vocês realmente sabem sobre surdez.

Por quê?

Porque, de forma geral, a sociedade diz que entende, que conhece, que sabe bastante sobre o tema, mas as pessoas estão equivocadas em muitos detalhes! 



Eu vou listar 5 das frases mais ditas por 'ouvintes' (sim, entre aspas, nem sempre quem tem audição é ouvinte de verdade), cujo conteúdo parece óbvio, se parar pra analisar. E que estão completamente erradas!

Aposto que vocês irão ficar espantados com algumas coisas! E em outras, vão se perguntar se existe mesmo alguém que fale este tipo de 'besteira'. Vai por mim, existe.

Vamos?

5 coisas que você não sabe sobre surdez:



1 - Surdos não falam. 

o.O

Todo mundo acha que nenhum surdo consegue falar. A verdade é que o conceito de surdo-mudo está tão enraizado que ninguém nem para pra pensar: surdo não fala e ponto. E é um saco tentar consertar isso todo dia, em qualquer lugar do mundo. Eu não sei se rio ou se tenho um treco toda vez que alguém vem me perguntar alguma coisa na rua: primeiro, eu demoro pra perceber que a pessoa está falando comigo, daí sou taxada de mal-educada por alguém que nunca me viu mais gostosa na vida; e então você pede desculpas e diz que é surda, e a pessoa te mede de alto a baixo, com olhar esbugalhado, achando que eu estou tirando um sarro da cara dela. Além de mal-educada, mentirosa...
Surdos não são mudos! Todos os surdos podem conseguir falar; todos possuem capacidade nata de falar, basta aprender. É mais difícil quando nasceram surdos, mas podem aprender via tratamento com auxílio de um profissional Fonoaudiólogo. Além disso, pasmem vocês, existe um grande número de surdos pós-linguais, ou seja, pessoas que ficaram parcial ou completamente surdas após aprenderem a falar e são conhecidos como surdos oralizados. Às vezes, um surdo não fala simplesmente porque não quer. Direito dele.
Então, lembre-se, se vocês encontrarem um surdo que fala (tipo eu, por exemplo), não façam careta de espanto apoplético. Surdos tagarelas são mais comuns do que vocês pensam.




2 - Todos os surdos se comunicam com Língua de Sinais. 

'Aham, Cláudia...'

Essas generalizações são tão angustiantes! E infundadas. A Língua de Sinais Brasileira (LIBRAS) foi oficializada como segunda língua nacional apenas em 2002, no Decreto 5.626. E, atenção, é Língua, não Linguagem! Há toda uma diferença conceitual. Bom, e daí? E daí que aprender Libras é igual aprender português, inglês, alemão, árabe, grego, espanhol: contato familiar ou aulas.
Se uma criança é filha de pais surdos que somente usam sinais, a LIBRAS é a primeira língua que irá prender, seja ela surda ou ouvinte. E o português, será uma segunda língua, aprendida por socialização fora do ambiente da família. 
Se é uma criança nascida surda com pais ouvintes, várias coisas podem acontecer: os pais podem tentar ensinar português primeiro, podem tentar colocar aparelhos para ampliação da captação sonora, podem estabelecer uma comunicação com sinais particulares do ambiente familiar e, por fim, como uma das últimas opções, podem tentar ensinar a Libras oficial. 'Por que última opção, Nuccia?' É o que eu vejo, leio em livros e pesquisas, acompanho no dia-a-dia. É difícil aceitar, e eu dou razão, nem eu me aceitei no começo.
E se você nasceu ouvindo, serelepe, aprendeu a falar português perfeitamente (ou, não tão perfeitamente) e, na infância, adolescência ou fase adulta, perdeu a audição, total ou parcial? Estes surdos também possuem opções: podem se comunicar por escrita e/ou por leitura labial, ou podem tentar aprender a Língua de Sinais como SEGUNDA Língua e aí terão que fazer um curso, óbvio. Não é fácil, não é simples, mas com esforço vai. Vai sempre? Não. Mesmo assim, tem surdo que não consegue se adaptar. Aprende o básico do básico de Libras, quando resolve tentar, e nem usa muito. Como eu disse, é como um cursinho de línguas qualquer: para você efetivamente aprender, tem que gostar, querer, precisar, praticar. 
Meu caso? Eu aprendi Libras quase 3 anos após ficar surda e só entrei no curso porque precisava entender as aulas da pós-graduação. Não dava para pedir aos professores para falarem de frente pra mim, pausadamente, com mais outros 20 alunos na sala. E os seminários? Assistir aulas/palestras, entender o conteúdo via intérpretes foi uma das soluções que encontrei. E para ter intérprete na aula, eu precisava saber Libras. 
Enfim, nem todo surdo sabe usar Língua de Sinais. Nem todo surdo quer usar. Não generalize.




3 - Surdo e deficiente auditivo são a mesma coisa. 

'Chocolate e pimenta também são.'

As expressões que definem uma categoria servem a um propósito: atender algo, seja Lei, ou análise de censo, ou qualificação estatística. A surdez não poderia ser diferente. Para conceder direitos e benefícios, estabelecer deveres e impostos, analisar o índice de surdos numa região, preencher gráficos do IBGE, foi necessário estabelecer um parâmetro do que é surdez, seus níveis e as pessoas que a possuem. Definido no decreto federal 3.298, de dezembro de 1999, surdo é aquele indivíduo que apresenta perda auditiva de 26 a 91 decibéis ou total. Deficiente auditivo é um termo mais usado para definir surdos clinicamente, devido às variações no grau de perda auditiva (em alguns casos, até surdos totais se auto-intitulam assim) e também é o termo do politicamente correto. Eu não gosto, pois isso faz com que ouvintes tenham medo de dizer a palavra 'surdo', acham que pode ofender. Culturalmente e para âmbitos de pesquisa em educação e cultura, o termo deficiente auditivo não é usado. Para estes casos, Surdo (sim, com S maiúsculo) é a pessoa que faz parte da comunidade surda, que se identifica dessa forma, tem uma cultura própria junto a esta comunidade, sua Língua, datas comemorativas, religião e etc.
Eu sou surda. Não sou Surda. E não gosto de ser chamada de deficiente.
Se você quiser saber mais, dê uma lida nesta postagem AQUI
De forma nenhuma, "somos tudo a mesma coisa". 




4 - Surdos não vão a cinema, museus, teatro ou shows de música/dança. 

"E quem proibiu?"

Eu queria saber onde as pessoas tiram estas ideias malucas. Por que raios um surdo não poderia ir ao cinema? Ou ao teatro? Ou no Rock in Rio, por exemplo? Só porque não ouvem? Pois eu vou te contar um segredo: surdos fazem muito mais do que só apenas irem a estes lugares como platéia. Surdos estão lá no palco também. Mas surdos artistas profissionais é assunto pra um novo tópico.

A maior dificuldade em ir aos cinemas, atualmente, é a ausência de legendas. Você acha que foi um decreto desses, estabelecendo que maioria dos filmes oferecidos precisa ser dublado para incentivar a língua nacional, mas se engana. É puro marketing das grandes redes cinematográficas! Com o intuito de atrair a classe C brasileira, incentiva também a preguiça de ler e a exclusão social. É cada vez mais difícil achar sessões legendadas. E os filmes nacionais? Haha... Aqui no RJ, só há UM lugar onde eu encontro filmes nacionais com legendas/caption, mas não exibem todos os filmes em cartaz, fazem parte de uma mostra seletiva, não são sessões comuns, e só ocorrem um mês ao ano. Até hoje, eu não assisti aos filmes 'Tropa de Elite', pois não havia possibilidade de legendas no cinema, o DVD não foi lançado com possibilidade de legendas em português (olha a minha vontade de assistir filme nacional com legenda em inglês), o caption não funciona na minha TV velha e, pra fechar com chave de ouro, não dá nem pra fazer download de legenda. Mas você sabia que já existe um cinema com aplicativo (em fase de testes) que o torna o único cinema adaptado a surdos e cegos no Brasil (Guadalupe/RJ)?


 
Notícias relacionadas:
http://www.bonde.com.br/?id_bonde=1-1--91-20130226
http://cinemacao.com/2011/05/19/filme-dublado-ou-legendado/
http://revistaepoca.globo.com/cultura/noticia/2012/06/dublagem-venceu-legendas.html

Teatros são difíceis também. No entanto, alguns já estão se movimentando, disponibilizando sessões com intérpretes pelo menos uma vez ao mês. Se a peça falar sobre surdez, aí tem interpretação o tempo todo. Ah, mas e o surdo que não quer aprender Libras? Bem, se ele conseguir acompanhar a peça inteira por leitura labial, meus parabéns. Eu não consigo fazer leitura labial de mais de 3 pessoas nem em reunião familiar, quem dirá teatro. 




Museus também estão se movimentando. Alguns estão promovendo cursos de formação de mediadores surdos. Isso aí mesmo que você entendeu: surdos serão guias, funcionários do museu. E quando não tem mediador surdo? Já existem algumas adaptações: visitas guiadas acompanhadas por intérpretes (desde que pré-agendadas), menos texto e mais informação visual, mais possibilidade de interação com a exposição, recursos tecnológicos, etc. 



   

E shows de música/dança? Eu já fui ao Rock in Rio. Já fui ao festival Dia do Rock. Já fui a uma apresentação do Ricardo Diniz (The Voice-Brasil e Celebrare). Sempre vou em ensaios de escolas de samba. Vou em boates sempre que consigo arrastar alguém. Eu vou a apresentações de dança praticamente 2x ao mês. FAÇO apresentações de dança umas 4x ao ano. Ao perder a audição, passei a usar mais a visão. Deu trabalho, porque antes de ficar surda, eu fazia quase tudo baseado na audição. Também desenvolvi mais a percepção tátil. As vibrações podem dizer muito. Atualmente, eu posso dizer, com pequena margem de erro, qual o ritmo está tocando apenas pela vibração e contagem no tempo musical. E dançamos. Dançamos muito! Achei um vídeo bem legal, mostrando um show de rap com interpretação simultânea! Vários vídeos no Youtube mostram tradução em Libras de músicas bem atuais.
Não são todos os surdos que aprendem a sentir vibrações. Nem os que se dispõem a ir a casas de shows. Mas não generalize, afirmando que NENHUM faz. 





5 - Surdos não conseguem status profissional porque a falta de audição impede.

"Gente de mente pequena... tsc, tsc, tsc."

A única coisa que realmente impede alguém de ser qualquer coisa nessa vida, em minha simples e tacanha opinião, é ele próprio. Dificuldades para chegar lá? E quem não tem? Falta base na educação? Faltam oportunidades? Falta preparação? Falta financiamento/verba/salário? É, falta tudo isso e mais um pouco. Mas não acho que seja um impedimento. 

Uma das coisas que mais me irritam é me dizerem que eu tenho facilidade pra conseguir coisas porque fiquei surda com 27 anos, então já estava no meio da faculdade, já falava português bem, leio muito. Fácil? Fácil você perder tanta coisa quando, de fato, só perdeu uma? Quando deixei de ouvir, perdi mais do que audição. Perdi respeito próprio, auto-confiança, esperanças, carreiras profissionais que estavam no meio do caminho, um lugar na sociedade que já estava difícil de manter sendo mulher, aspirante a cientista e bruxa. Perdi fé em mim mesma. Recuperar tudo isso não é fácil. Ainda não FOI fácil. É uma luta constante todo dia. Mas eu consegui alguma coisa. Surda, eu fechei o último semestre da faculdade de Biologia. Entrei pro Mestrado, coisa que não ia fazer, e defendi. Passei na seleção para Doutorado de Bioquímica em 4º lugar (de 16) e defendi. Passei em 2º lugar em um concurso público para técnico de laboratório e hoje sou funcionária federal. Sem usar cotas (pra você ter direito à cotas, precisa comprovar sua 'deficiência', e eu não tive tempo de ir atrás de audiometria nova).

Ah... Mas pra quem nasceu surdo é muito mais difícil. Eu diria 'complicado'. Um nascido surdo ou surdos de famílias de baixa renda tem dificuldade no acesso à educação. São mais difíceis no processo de aprendizado, justamente porque não ouvem. Antes de aprenderem qualquer coisa no âmbito educacional, precisam aprender a se comunicar. Além disso, muitas escolas enfatizam o aprendizado fundamental de surdos em português, matemática e cultura. Sim, só nisso. Nada de geografia, história, biologia, química. Isso atrasa mesmo o desenvolvimento da pessoa. Isso realmente faz com que ela tenha poucas chances de ter um emprego ou um cargo de boa remuneração. E nem comecei a falar dos preconceitos que existem apenas por não terem audição. Mas, não é impossível. Conheço surdos com graduação em Pedagogia, Biologia. Conheço surdos repórteres e jornalistas. Conheço surdos escritores. Conheço surdos atletas internacionais. Conheço surdos professores de Universidade. Conheço surdos presidentes de associações. Conheço mesmo, de conversar com eles todos os dias.

Então, o que impede mesmo os surdos de conseguirem uma boa posição social? A mente tacanha dos outros.


 

   







========


Pra quem quiser conhecer ainda mais, indico mais links:

Robert Weitbrecht - engenheiro surdo, inventor do TDD

Cientista explica porque surdos podem gostar de música

China Disabled People's Performing Art Troupe




E alguns blogs. Em cada blog, você encontra uma história de vida especial e, ao mesmo tempo, semelhante: São surdos oralizados, usam o português para comunicação oral e escrita e, por isso, diferem de mim, que 'sou taxada' de surda bilíngue. Eles não se adaptaram à LIBRAS. Uns usam implantes e, com o aparelho ligado, até ouvem; outros, como eu, não usam aparelho algum, porque não podem, não querem, não funciona. Cada um tem sua profissão, emprego, modo de vida.

Surdiversidade existe, você que não quer ver.

Desculpe, não ouvi!
Crônicas da Surdez
Escreve, que escuto!
Pérolas da minha Surdez (eu o/)



Você tem alguma dúvida que gostaria de ser respondida? Eu quero, eu preciso de suas dúvidas! Acesse AQUI e envie!

Até + ver!

Nu.


2 comentários:

  1. Genteeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee que matéria mara vou compartilhar por tudo pq pior que surdez é burrice e pre conceito das pessoas, parabéns Nu pela matéria!!
    Beijocas da sua amiga doida e faladeira :p

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Giu!.... Você sempre me dando moral! Eu adoro, eu me amarro!!!
      Que bom que você gostou! A próxima postagem sai esse mês! Vão aparecer várias outras dúvidas e até grandes nomes da cultura ciência e tecnologia, todos surdos!
      Muito obrigada por te ver aqui!
      Bj-Ka!!!! No cuore!!!
      Nu.

      Excluir

Seja legal: aumente nosso ego deixando seu comentário!
Mas, ei! Cuidado aí! Sem comentários ofensivos!
Um imenso obrigado de todos nós!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...