menu

Destaques

terça-feira, 14 de abril de 2015

0 Resenha [filme/documentário] - Sou Surda e Não Sabia

Olá, amorecos!

Buscando ser um pouco mais eclética, assisti a um documentário muito interessante.

Sou surda e não sabia é um documentário francês, produzido em 2009, sob direção de Igor Ochronowicz. Este documentário é sua estréia como diretor principal, mas ele já trabalhou como diretor de fotografia em outros 5 filmes (documentários ou filmes para TV)

A sinopse do filme é esta:

Por anos, Sandrine não sabia que era surda de nascença. Filha de pais ouvintes, frequentou a escola regular, e lá se perguntava como os outros compreendiam o que a professora estava tentando transmitir. O documentário olha para a questão da surdez pela perspectiva de Sandrine e sua história verídica. O filme ainda levanta a discussão sobre a conveniência do implante coclear, da oralização de crianças surdas e da língua dos sinais.


E agora, 'resenhemos':

A primeira coisa que você percebe ao iniciar o filme é que preconceito existe em qualquer lugar do mundo, contra quaisquer tipos de características: Sandrine conversa com uma amiga pelo celular, através de ligação em vídeo, e, ao redor, as pessoas observam e fazem caretas.

Sandrine é surda de nascença. Seus pais só perceberam e receberam o diagnóstico após alguns anos de vida. O relacionamento com a filha mudou de forma drástica. A própria Sandrine ainda não sabia de sua surdez.

Uma das melhores discussões também se dá logo no início do filme: deficiente ou surdo?



E ao longo de todo o documentário, vamos aprendendo porquê Sandrine não sabia ser surda, porquê pensava estar magoando seus pais, porque o mundo sonoro causava angústia, quando aprendeu os sinais e outras discussões das quais participa de forma ativa atualmente.

Além destas questões, o documentário traz também diálogos com especialistas da área, como os fonoaudiólogos, alem de professores e outros surdos. Traz, ainda, discussões interessantes sobre a tecnologia relativamente nova do Implante Coclear e suas perspectivas para os surdos.

A legenda da versão completa do filme, disponibilizada no Youtube, é muito semelhante a captions de TV. Apenas a narração de Sandrine é sinalizada em Língua Francesa de Sinais.

De forma simples, o documentário é um dos que marcaram a mudança da TV francesa no espaço internacional, e vem crescendo desde então. Além disso, a França é um dos países europeus com maior grau de engajamento da inclusão dos surdos na sociedade.

Se você não conhece surdez, os sentimentos e sensações que um surdo pode experimentar, nem as tecnologias já existentes para avaliação e auxílio de surdos, este filme trará uma boa perspectiva.

Assista com calma, carinho e mente aberta! Segue a versão completa do filme:




Reconhecimento, respeito e 'voz' >> tudo que buscamos.

Até + ver!

Nu.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja legal: aumente nosso ego deixando seu comentário!
Mas, ei! Cuidado aí! Sem comentários ofensivos!
Um imenso obrigado de todos nós!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...