menu

Destaques

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

12 [Literatura em Movimento] - Meu Brasil brasileiro... Top 5-BR

Olá, pessoas!

Setembro já está quase no fim e o Literatura em Movimento veio com novidades. 

Para quem não sabe, o Literatura em Movimento é um projeto de blogagem coletiva organizado pelos blogs Café com Livro, da Helena Dias, Da Literatura, da Ana Karina e Sacudindo as Palavras, da Denise Valente. Este projeto já está em andamento há alguns meses e atualmente são mais de 40 participantes no grupo do Facebook. Caso você queira saber de maiores detalhes, clique aqui.

Para este mês, não temos apenas um tema, mas TRÊS! :)
.
6
.
Isso mesmo, gente... A partir de setembro, teremos 3 sugestões de temas e cada blogueira poderá publicar o assunto que se identificar mais. Além disso, caso queira sugerir algum tema para o projeto, poderá fazer isso através desse formulário aqui.

Vamos conhecer os TEMAS DE SETEMBRO, então?
.
tema setembro
.
.

1 – TOP 5 LIVROS NACIONAIS QUE VOCÊ PRECISA LER
Aproveitando o clima da Bienal do Livro e a comemoração da Independência do Brasil, você deverá escolher 5 livros nacionais que foram marcantes para você e explicar o motivo. A ideia é convencer as pessoas de que os livros são bons mesmo, ok?
*Sugestão elaborada por Nuccia De Cicco, do blog As 1001 Nuccias..

2 – POR QUE MOTIVO EU AMO O MEU PAÍS?
Mesmo que não andemos de verde e amarelo e cantando o Hino Nacional Brasileiro por aí, sempre existe algum aspecto de nosso país que realmente nos orgulha, seja a literatura, a linguagem, a dança, a culinária, a paisagem, o cinema, o povo etc. Então, você deverá pensar quais são os aspectos que lhe fazem amar o nosso país e dizer para nós os motivos desse amor!
*Sugestão elaborada por Camila Villalba, do blog The Nerd Bubble..

3 – QUE PERSONAGEM DA LITERATURA VOCÊ CONSIDERA TIPICAMENTE BRASILEIRO?
O brasileiro pode ser caracterizado por inúmeros traços de personalidade e de comportamento. Somos uma nação com múltiplas culturas, no entanto, cada um de nós contribui com a sua história individual para formar as diversas características do nosso povo. Pensando nisso, você deverá escolher um personagem (Pode ser mais! No máximo 3 personagens, ok?) cujo traço de personalidade pode representar um brasileiro típico. Dê preferência para personagens da nossa literatura, mas não é obrigatório, talvez algum personagem de literatura estrangeira sirva para exemplificar o que você quer dizer. Não esqueça de explicar os motivos da sua escolha!
*Sugestão elaborada pela organização.
.
==========

Passemos ao que interessa: a postagem em si.

Então, Nuccebows, o que você decidiu?

Well, confesso que estava na dúvida entre o tema 1 e o 2... Quase fiz uma postagem de cada, porém o tempo é curto. Decidi, por fim, fazer sobre o tema que eu mesma sugeri, afinal, se fiz a sugestão, tenho minha Top 5-BR prontinha, certo? Certíssimo!

Outra coisa que devo deixar bem clara é que a literatura nacional clássica não faz parte da lista. Estou considerando apenas a literatura contemporânea. Então, Machado de Assis, Joaquim Manoel de Macedo, Jorge Amado, Ariano Suassuna, não vão aparecer. Comparar clássico x contemporâneo é iniciar guerrilhas. Eu sou de boas.

Então, cheguem mais e vejam quem são os meus 5 nacionais contemporâneos fodásticos JÁ LIDOS que eu indico a leitura, tipo, pra ontem! Repetindo: não estão na lista aqueles que eu não li, mesmo sabendo que são ótimos.

TOP 5 - BR
LIVROS NACIONAIS CONTEMPORÂNEOS FODÁSTICOS QUE A NUCCIA LEU:

5 - 72 horas para morrer

Editora: Novo Século
Ano: 2011
Resenha? >> SIM!
Sinopse:
Pior do que conhecer um Serial Killer, é um Serial Killer conhecer você! “O Carro pertence à sua namorada.” Com essas palavras, Júlio Fontana, delegado da pacata cidade de Novo Salto, tem a vida transformada em um inferno. Pessoas próximas começam a ser brutalmente assassinadas, como parte de uma fria e sórdida vingança contra ele. Agora, Júlio terá que descobrir a identidade do responsável por esses crimes bárbaros, antes que sua única filha se torne o próximo nome riscado da lista. 72 Horas para Morrer é uma corrida frenética.


Essa é uma obra de ficção, um suspense. Essa capa dá uma leve prévia do conteúdo. Muito leve mesmo. E o título? Que escolha mais bem feita!

Eu, pura e simplesmente, adoro livros de mistério, com suspense policial, sobrenatural, psicológico ou de ficção científica. O negócio é que eu amo fazer especulações, adoro entender como o bagulho funciona. Essas tramas me agradam, pois eu passo boa parte do enredo tentando adivinhar quem é o assassino, o psicopata, o sociopata, a mente maligna por trás dos códigos, de que planeta veio o alienígena, como surgiu o vírus que dizimou a raça humana.

Basicamente foi isso que me amarrou a esse livro. Como vocês podem ver na resenha, a descrição das cenas é detalhada, os personagens não são chatos (apesar de um pouco exagerados), o maluco assassino é maluco mesmo. Mas... e esse é O pulo do gato, o maluco assassino não é quem você esperava! Aliás, o final definitivamente não é como eu esperava! É surpreendente, fora do comum mesmo. Tudo isso é o que fez a obra parar aqui nessa lista.

4 - Jardins Dolorosos da Babilônia

Autor: Orfeu Brocco
Editora: Independente / selo Black Bird Brasil
Ano: 2014
Resenha? >> SIM!
Sinopse:
Através da prosa e poesia nesta livro escrito em 2008, Orfeu Brocco nos conta a história de um amor esquecido, onde Humbert é levado a uma viagem através do espaço e tempo até a Babilônia, templo dos amores perdidos no tempo. Lá, em meio a epifanias e versos, ele mergulhará dentro de si mesmo, tentará desvendar a natureza das paixões impossíveis e irá confrontar todas as personificações de suas dores.

Sério, Nu? Um livro de poesias? Você???????

É... Eu gosto de ler poesias, sim, pasmem. Tudo bem, não muitas vezes, nem qualquer poesia. Mas adoro ler e, especialmente, recebê-las de presente.

Este livro não foi necessariamente um presente, ok. Mas, mesmo assim, me foi enviado (com intuito de que eu conhecesse sua obra e desse uma opinião) por um amigo (à época, era mais coleguinha; agora, a amizade é bem mais sólida), muito antes de formalizar qualquer tipo de parceria no blog (sim, também é autor parceiro). Eu li, como leio todos os livros que compro ou ganho: com prazer e sem prazos.

Agora que já vendi meu peixe, o que me fez colocar este livro na minha Top 5-BR? A primeira coisa que me chamou atenção no livro foi o prefácio: é uma frase que parece simples, mas tem uma profundidade metafórica absurda. Daí, o autor dedica o livro ao Rei que construiu os tais Jardins (que, digo de passagem, sempre me fascinaram devido a sua complexidade de engenharia e arquitetura).

E então, vem os textos e os poemas. Poesias são para ler com empatia: você precisa sorrir, sofrer, amar, chorar, enternecer-se, deleitar-se junto com o autor-poeta. Sem isso, é só um texto curto bem arrumadinho. E os poemas que vieram são aqueles em que você não só sabe das sensações, você as. Para entender uma poesia, você precisa se colocar no lugar do poeta e sentir o que não está escrito. E se você não se sente tocado por nenhuma sensação, meu bem, desista das poesias e volte às prosas.

3 - As grandes aventuras de Daniella

Autor: L. L. Alves
Editora: Independente / Amazon
Ano: 2015
Resenha? >> SIM!
Sinopse:
Bom, o que eu tenho a dizer sobre esta história maluca que estou prestes a contar? É simples: vocês não vão acreditar. Sério mesmo. Vai parecer loucura, com minha boca suja, dois pés esquerdos, noites inusitadas e quilinhos a mais (muito mais, mas não vamos entrar em detalhes...). Mas vou fazer o quê? É a verdade. E eu vou contar para vocês porque... Sei lá. Na verdade, eu nem devia estar contando, alguns de vocês vão se chocar. Ainda está aqui? Bom, o risco é todo seu. Prepare-se. Ah, é verdade, esqueci de me apresentar (típico). Meu nome é Daniella Fagundes, vinte e oito anos, namoro com o Thiago há dois anos e posso dizer que tudo está mais que perfeito! (xi, exagerei agora, né?). Também adoro comer e sou diferente de qualquer outra mulher que já tenha contado sua história para vocês. Por quê? Porque sou uma daquelas mulheres conhecida como gordinha. Sabe como é? Eles não se referem a mim como a sagaz Daniella ou a superconfiante Daniella. Sou apenas a gordinha do grupo. Sempre tem que ter um, não é? Bom, é isso aí, acho que deu para entender. Afinal, vocês estão prestes a conhecer as minhas aventuras de autoconhecimento e de... Comece a ler, ué. Não quer perder um segundo, quer?

Preciso confessar que não sou muito fã de chick-lit, mas a culpa é totalmente das chick-lit que li até então. Desculpe-me quem gosta, mas Melancia e Becky Bloom me pareceram por demais superficiais. Não só o livro, mas também as personagens.

Mas, aí... bem... Aí, veio a Daniella Fagundes e "abalou Bangu". O e-book foi bem diagramado, bem revisado e conta com uma capa personalizada. A personagem é uma fofa (sem trocadilhos, por favor), não é chata, não é superficial, e tem muita coisa a dizer ao mundo. 

É um livro divertido, com uma linguagem bem moderna e acessível, que trata de duas questões muito atuais (depressão e gordofobia), e que ainda mantêm as discussões em níveis saudáveis. Há romance, comédia, sexo (erotismo sensual, nada de sexo explícito), traição, inconsequências, dor, e reavaliações de vida.

A beleza do livro é a sua simplicidade. Por simples, quero dizer que várias pessoas podem se enquadrar na perspectiva da personagem, mesmo não tendo exatamente os mesmos problemas dela. É uma obra bem moderninha que te cativa arrebatadoramente, te diverte e te conscientiza. Fácil, assim.

2 - Diário de uma escrava

Autor: Rô Mierling
Editora: Não publicado / Wattpad
Ano: 2015 (finalização)
Resenha? >> SIM!
Sinopse:
Uma menina, um homem e muitas vidas afetadas pela psicopatia. Um livro tenso, cruel e verdadeiro. Desaconselhável para pessoas frágeis. Uma história baseada em fatos reais. Um drama verdadeiro que pode estar acontecendo nesse exato momento em muitos lugares do mundo, inclusive na casa ao lado da sua. Uma menina, um buraco, um senhor, uma escrava e uma vida inteira destruída pela psicopatia de um homem.


Singular, não é? A obra nem publicada foi e alcançou um sucesso desmedido. O 2º lugar no TOP 5-BR do blog está publicado apenas no Wattpad, a plataforma virtual de leitura, onde já conta com mais de um milhão de leituras. Tanto na versão em português, como na em inglês.

É uma obra de ficção, porém baseada em casos reais de sequestro, estupro e escravidão sexual. Conta, em detalhes sórdidos e horrorizantes, pelos olhos da vítima, o que é estar subjugada a um psicopata sexual, presa em um buraco sob o piso de um sítio. De formas absurdas, mostra como ela tem de aguentar não só o confinamento e as sessões de estupro e tortura, mas também o sequestro e gritos de novas vítimas.

Esse não é um livro engraçadinho, que te diverte, te distrai ou com final feliz. Este livro é um alerta. Um alerta real, que mostra as máscaras que todos temos e ostentamos, a verdadeira pessoa que somos ou podemos ser, que o absurdo aterrador pode estar na casa do seu vizinho, na sua casa e você não saber.

Além do enredo estarrecedor e chocante, os personagens são bem embasados, tão reais que poderíamos tocá-los. Até mesmo o policial encarregado de perseguir o maníaco é destituído do embelezamento literário. Todos os personagens são feios de espírito, por natureza, pelo trabalho, à força.

Eu sou fã de livros de suspense e terror. Terror psicológico, especialmente. O que atrai é o pensamento fixo: como alguém pode ser desse jeito, fazer essas coisas? O terror que parte de dentro do ser humano. É cruel, é triste. E, enquanto houver humanos no mundo, será uma obra real. Essa é a beleza dela.

1 - O cortiço

Autor: Aluísio Azevedo
Editora: Ática (o meu exemplar, claro).
Ano: 1890
Resenha? >> Não... :(
Sinopse:
A obra descreve a ascensão social do comerciante português João Romão, dono de uma venda, uma pedreira e um cortiço, próximo ao sobrado de um patrício endinheirado, o comendador Miranda. A rivalidade entre os dois aumenta à medida que cresce o número de casinhas do cortiço, alugadas, na sua maioria, pelos empregados da pedreira, que também fazem compras na venda de João Romão, que, desse modo passa a enriquecer rapidamente. Com a intenção obsessiva de tornar-se rico, João Romão economiza cada moeda e explora quem quer que seja sempre que tem oportunidade, como o faz com a escrava fugida chamada Bertoleza que o auxilia no trabalho duro e para quem ele forjou um documento de alforria. O sonho de João Romão é adquirir prestígio social, como seu patrício Miranda. Este, à medida que o vendeiro vai enriquecendo, passa a considerar a possibilidade de oferecer-lhe a mão de sua filha, Zulmira; assim um amigo em comum, Botelho, se faz de intermediário das negociações e tudo fica arranjado. João Romão fica noivo de Zulmira, alcançando assim um patamar mais alto na escala social. O único inconveniente é a escrava Bertoleza, que não aceita ser descartada, para qual João Romão arma um plano: denuncia Bertoleza como escrava fugida a seu verdadeiro dono que vai com a polícia prendê-la. João Romão faz de conta que não sabe de nada e a entrega. Bertoleza percebe que Romão, sem coragem de mandá-la embora ou de matá-Ia, preparou essa armadilha para devolvê-la ao cativeiro, desesperada, ela se mata. A narração desses fatos da vida de João Romão entrelaça-se com a narração de vários episódios dos moradores do cortiço, cuja luta pela sobrevivência é dura e cruel. O caso de Jerônimo é exemplar da visão naturalista de Azevedo, Jerônimo é um operário português contratado por João Romão para trabalhar na pedreira, é sério e honesto, casado com Piedade, também portuguesa. Eles têm uma filha adolescente e vivem bem como família. Mas no cortiço, Jerônimo começa a sofrer influência daquele ambiente desregrado então apaixona-se pela mulata Rita Baiana, por ela, mata um rival e abandona a família. Acompanhando a evolução social de João Romão, o cortiço também se desenvolve, principalmente depois de um grande incêndio, quando passa por reformas e transforma-se na "Avenida São Romão", com melhor aparência e uma população mais ordeira. A população mais baixa e miserável se transfere para outro cortiço, o "Cabeça de Gato", mantendo-se assim a engrenagem do sistema social em que predomina a lei do mais forte.

Para tudo, Nuccia! Você disse que não ia entrar clássico nenhum e aí me taca O cortiço na lista?!

Vou explicar... Este livro entrou na lista de contemporâneos porque eu o considero atemporal. Sua história, apesar de ter elementos históricos e ser ambientada no final do século XIX, pode se encaixar perfeitamente aos dias de hoje. É um romance naturalista, cujo foco não são os personagens e, sim, o lugar onde vivem.

Mas, por que se enquadraria nos dias de hoje se faz denúncias sobre a escravidão, sobre condições de vida precárias das pessoas da época e se é focado num lugar? Porque, apesar do enfoque ser o cortiço em si, toda a história é narrada de forma descritiva, dando a entender que não há profundidade nos personagens. Seus personagens são pessoas comuns, com histórias de vida simples. Um cortiço, uma casa de pensão, uma vila, uma república de estudantes, uma favela. Um bar, um boteco, botequim, distribuidora de bebidas. Um português, italiano, alemão... Homens armados, homens de bem, ladrões, pobres tentando enriquecer, mulheres usadas, estupradas, humilhadas, cobiçadas. E, justamente por tudo isso, é que vemos tamanha a profundidade de ser de cada um.

Esta obra foi me dada como prêmio do meu primeiro concurso de redação, quando ainda estava no segundo grau (sim, velhice define...). Já havia lido outras obras clássicas, mas esta sempre foi a minha preferida. Anos depois, ao reler, é que tive esse insight da atemporalidade. Daí, me apaixonei pra sempre.

Junte a isso dados relevantes para os dias atuais: O cortiço é considerado um dos primeiros romances a tratar do tema da homossexualidade. Tudo bem que o fez na forma estereotipada (personagem Albino), e tratando o ato sexual (entre as personagens Léonie e Pombinha) como puro desejo ou instinto animal degenerado. Mas, ainda assim, se isso não faz de Aluísio Azevedo um autor ligeiramente à frente do seu tempo, desisto.

==========

Esses foram os meus +5 nacionais. Gostaram? Qual a opinião de vocês? Quais os seus Top 5-BR?

Aproveitem e corram nos blogs participantes do LEM para saber sobre o que eles escreveram este mês:


==========

Quer saber quais foram os temas e as postagens dos meses anteriores? Então acesse:


MAIO  *  JUNHO  *  JULHO

P.S.: por causa dos preparativos da Bienal, o blog não participou do mês de Agosto, excepcionalmente.

Boa leitura!

Até + ver!

12 comentários:

  1. Adorei as indicações, Nuccia. Já conhecia O diário de uma escrava e As Aventuras de Daniella, mas ainda não tive a oportunidade de ler esse segundo.

    Fiquei bastante interessada no 72 Horas para Morrer!! Parece ser daqueles que mexe com seu psicológico. Adoro isso!! Hahaha

    Esse mês minha lista de desejados vai explodir!! Hahahah
    Beijos.
    Café com Livro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. XD
      Valeu Helena!!
      Cara, nem fala em lista de desejados!! Leia mesmo, todos são ultra ultra!
      bjs e obrigada pela visitinha! <3
      Nu.

      Excluir
  2. Aaah Nu!!! Morri com esse post, menina!! Obrigada por indicar AGAD <3 Fiquei muito feliz em constatar que a história realmente te fisgou! rs

    No geral, adorei os temas sugeridos e achei muito legal o projeto LIteratura em Movimento. Ansiosa para mais postagens!! Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um projeto muito bacana!
      Imagina duvidar que a história me fisgou!! Quer apanhar?!
      XD
      Volte sempre! Tu adoru!!!
      bjs!!

      Excluir
  3. Nuccia querida, sua poatagem ficou show...

    Adorei seu Top 5, muitas dicas para leitura. Eu já conhecia 'Diário de uma escreva' da queridíssima Rô Mierling, mas ainda não tive a opotunidade de ler, isso pq é pelo wattpad...tenho q fazer um esforcinho e tomar vergonha nessa cara. 'O cortiço' quem nunca? Os demais já anotei na minha infinita lista de próximas leituras.

    Parabéns e beijokas da Quel
    http://literaleitura2013.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Quel!
      Segundo informações confidenciais (hahahaha....) o livro vai ser publicado por uma editora no próximo ano! Vamos aguardar!!
      Amo o cortiço de coração!
      Leia mesma! São todos muito bons!
      bjs!! E obrigada pela visita!
      Nu.

      Excluir
  4. Que postagem show nu amei!!! Dois dia livros dessa postagem são também meus queridinhos e o do regazzo definitivamente entrou pra minha lista do...preciso ler urgentemente!!!! Vou acompanhr a leitura em movimento de vocês, beijos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Giuli!
      Leia mesmo! Tio Ragz manda muito bem! Quero pegar o outro policial dele e a distopia....
      XD
      To devendo um monte de comentários lá no Clube... q parceira relapsa q sou... Darei um jeito!
      bjs!!

      Excluir
  5. Nuccia adorei, achei que ninguém fosse citar um clássico, mas você como sempre supera minhas expectativas. Dos livros citados além de O Cortiço, já havia ouvido falar do Diário de Uma Escrava, o restante é tudo novidade, em especial adorei o 72 Horas para Morrer.
    Sensacional tanto a sinopse quanto a sua escrita. Parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Julielton!
      Muito obrigada por vir!
      Quando a gente gosta mesmo de um livro, recomenda vezes sem fim! XD
      Estou para ler outros livros destes mesmo autores. Depois apresento a vocês!
      um bj!!

      Excluir
  6. Nuccia!!!
    Adorei as dicas de leitura! Dos livros que tu citaste, o único que li foi O cortiço, de Aluísio de Azevedo. Também gosto muito desse livro... não sei se escolheria como meu número 1, mas acho o livro realmente sensacional e, como tu disseste, é atemporal!
    Fiquei bastante interessada pelo 72 horas para morrer...já li outra obra do autor, acredito que iria gostar.
    Obrigada por acreditar no nosso projeto, tua participação é muito importante! Aliás, eu me divirto muito com os teus textos! :)
    Beijo.
    Karina
    http://daliteratura.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ana! Eu adoro seus textos!
      Sempre muito criativos e despojados!
      Eu tenho uma fixação particular pelo "Cortiço", daí ele estar em primeiro lugar... rsrs...
      Seja sempre bem-vinda! um bj e obrigada!

      Excluir

Seja legal: aumente nosso ego deixando seu comentário!
Mas, ei! Cuidado aí! Sem comentários ofensivos!
Um imenso obrigado de todos nós!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...