menu

Destaques

terça-feira, 10 de maio de 2016

11 [Traça Literária] Entrevista: Autora Nacional, Deisy Monteiro!!!

Olá amores ❤

Hoje temos uma Entrevista com a Autora Nacional, Deisy Monteiro!!!

Eu sou a Ingrid, autora e nova Colaboradora, autointitulada "traça".


Deisy Monteiro



Biografia

Nasceu em São Luis, em 16 de agosto de 1989. Filha de Juraci Rabelo Monteiro e Vanusa Barros Martins. Cresceu na "Ilha dos Amores", como é conhecida a capital do Maranhão, estado Brasileiro, com três irmãos: Geisy, Karina e Emmanuel. Frequentou escolas públicas durante todos os seus anos escolares, foi aprovada em diversos vestibulares para Literatura, mas desistiu do curso ao descobrir-se apaixonada não só pelas letras, mas também pelos números. Cursou Ciências Contábeis na Faculdade Estácio da cidade onde nasceu. 

Membra da Igreja Internacional da Graça de Deus, conheceu seu marido João Garcia ainda jovem, e casou-se em 2012.

Após escrever diversos livros de poesia, alguns inclusive sob seu pseudônimo (Daniel Salnier); aventurou-se no mundo dos romances e ganhou o prêmio anual do Wattpad - #TheWattys - na categoria - Maior sorte de principiante - com seu livro: Romance em East Valley.

Romance em East Valley (da trilogia East Valley) é o seu primeiro romance, e foi publicado inicialmente no Wattpad, alcançando em Janeiro de 2016, a marca de 60.000 leituras. 

Além deste, Deisy Monteiro publicou ainda os livros: Recomeço em East Valley, Ordem Escarlate, Fogos Surdos, Nunca mais serás para sempre, Teoria do Suicídio, Cartas para Daniel e, o Livre Arbítrio.



[Traça Literária]

Entrevista


1.       O que despertou em você o interesse pela escrita? Sempre sonhou em seguir 
essa carreira, ou foi algo que aconteceu recentemente?

Deisy Monteiro: Eu me lembro de escrever desde pequena. Eu tinha um caderno, daqueles pequenos mesmo, que eu ficava inventando histórias bobas ilustradas com aqueles bonecos palitinho, mas nunca as finalizava. Quando atingi a adolescência, comecei a escrever poemas para uma paixonite. A paixão acabou, mas a inspiração não. Então continuei escrevendo poesias num blog pessoal que hoje nem existe mais. Sempre quis ser escritora, apesar de saber que é difícil buscar seu lugar ao sol na corrida com tantas outras estrelas que brilham mais que si, por isso, busquei uma formação principal, e escrever se tornou meu prazer pessoal. Mais tarde, quando entendi que sofria de ansiedade, escrever também se tornou uma calmaria no meio disso tudo. A tela do computador, um caderno ou bloco de papel, conseguem me tirar do mundo e me fazem relaxar quase que imediatamente. Creio que o grande responsável por me apaixonar pela leitura foi meu pai, que tinha uma coleção Sabrina de tirar o folego. Eu as pegava (escondida) para ler nas madrugadas.

2.      Você se considera uma leitora voraz? Quais são seus hobbies?

Deisy Monteiro: Eu não leio mais por falta de tempo, mas sim, sou uma leitora voraz. Eu me esforço ao máximo para ler pelo menos três livros por semana (o que não é difícil porque se eu não terminar de ler o livro eu não durmo, então prefiro não dormir e terminar de lê-lo, rsrs). Procuro me focar especialmente em romances, que é o tema que eu estou trabalhando atualmente. Meu hobbie principal... Adivinha? Ler. Depois vem escrever, desenhar e cozinhar, nesta ordem de importância.

3.      Como funciona a criação dos seus personagens, você se inspira em livros, filmes, 
séries e/ou nas pessoas próxima á você? Qual deles possui mais características suas?

Deisy Monteiro: Todos os meus livros se baseiam em sonhos que eu tive. Pode parecer loucura, mas eu sonho com os meus personagens. Meu sonho é rápido, e ai de mim se eu não escrevê-lo imediatamente após acordar, eu logo esqueço se não o fizer. Tendo minha trama central, eu fico maturando a ideia, revirando ela do avesso, por dois ou três dias, sem anotar nada no papel dessa vez. Apenas imaginando as cenas que acontecerão com meus personagens, ainda sem rosto. Quando termino de imaginar a história, do começo ao fim, eu já tenho uma imagem mental de como seriam os meus personagens, basta achar alguém que se encaixe neles perfeitamente. Essa é a parte mais demorada, eu posso ficar até três semanas só para escolher alguém perfeito, mas pode ser rápido também. Nicholas Theodoridis (Jason Morgan), por exemplo, eu estava procurando um vídeo da Kult ma no youtube, e encontrei uma foto dele para o perfume Acqua de Gio, foi amor a primeira vista. Secretamente, ele tem sido inspiração para vários personagens meus. Eu não costumo me inspirar no comportamento de ninguém, mas nos ideais dos meus poemas favoritos. Eu acho que a Rachel, de fogos surdos, que é a voz lírica dos poemas de Cartas para Daniel, é aquela personagem que eu mais me identifico. Agora, se eu pudesse escolher um deles para ser, seria a Emily Carter, de Romance em East Valley. Ela é exatamente como eu queria ser, mas eu não sei ser delicada, kk.

4.      O que suas obras têm em comum? Qual delas levou mais tempo para ficar pronta?

Deisy Monteiro: Os meus livros de poesia, todos eles, tem em comum, que foram escritos para (ou pelo) mesmo homem que os inspirou. Cada vírgula deles é para uma só pessoa. Meus contos geralmente têm finais infelizes, não que eles sejam ruins, mas são tristes. Eu procuro variar de um romance para outro, mas em geral, as minhas histórias tem reviravoltas no final, e que nem sempre agradam, mas que tornam as histórias diferentes do que se tem como comum nos romances. A mais demorada, que eu acho que ainda vai demorar um pouco mais, é um romance chamado “Quando me disseres adeus”, que eu comecei em 2010 e só agora retomei o projeto, trata-se de um homem que sofre um acidente de carro e perde a memória, quando ele volta a ter consciência, a única coisa que ele lembra é da voz de uma mulher, e tenta encontrá-la apenas por esse rastro, um resquício de voz. Creio que até o final do ano ele sai. (fazendo figa).
  
5.      Como é pra você publicar inicialmente no Wattpad? Percebe que isso 
te impulsiona de alguma forma?

Deisy Monteiro: Foi uma das melhores ferramentas que eu encontrei na vida. O Wattpad se tornou a maneira mais “fácil” de eu avaliar meu trabalho e tê-lo avaliado por usuários ao redor do mundo. Veja bem, quando eu escrevia antigamente, só duas amigas da faculdade liam, e isso porque eram minhas amigas. Hoje, eu posso conversar com pessoas que tem diferentes visões de mundo, culturas diferentes, gostos diferentes, e toda sorte de coisas em comum ou não. Elas sempre puxam minha orelha e me orientam sobre qualquer erro, avaliam o livro com um texto grande, ou mesmo um “gostei”, e isso tem sido meu norte. Eu me sinto mais motivada a escrever sabendo que alguém lerá. Creio que a interação entre o leitor e o autor, nesse momento, através deste e de vários outros aplicativos (apesar de eu me focar no wattpad) é algo de valor imensurável.

6.      Existe algum autor (a) que te influência? Qual seu gênero favorito 
e em qual você ainda não se aventurou a escrever, porém gostaria de se desafiar a fazer?

Deisy Monteiro: Tenho vários autores favoritos, e livros favoritos. Eu não sou muito boa com esse negócio de favorito, porque no meu ranking há umas cem pessoas se estapeando no primeiro lugar. Posso citar: José de Alencar, com Lucíola, Encarnação e Diva; Nelson Rodrigues, com Valsa n° 06; Goethe, com os sofrimentos do Jovem Werther (haha sofrimento é comigo mesmo). Mary Jo Putney,Nora Roberts, Lauren Kate, Amanda Hocking. Das atuais autoras brasileiras, minhas favoritas são Rô Mierling, Marilia Machado (do wattpad, pensa numa menina que escreve!), Ias Guinossi, dentre outras.

7.      Você costuma ouvir música enquanto escreve?

Deisy Monteiro: Dependendo da cena que irei escrever, sim. Se ela for chorosa, coloco Rhye - The fall, por exemplo. Se for divertida, coloco Trapcity e me deixo levar. Se for uma cena, no entanto, de reflexões íntimas, aí ficamos apenas eu e meus personagens, porque eu quero ouvi-los.

8.     Como você descreveria um dia perfeito na sua vida?

Deisy Monteiro: Meu dia perfeito não seria muito comum não, pelo menos eu acho. Ok, vamos viajar. Eu seria acordada por um beijo do meu marido, ele diria:
— Amor, estão te chamando, é uma surpresa para você.
Eu, de pijama ainda, tomaria água, porque não aguento não tomar água pela manhã, e iria até a sala. Onde adivinha quem está me esperando? Isso mesmo, Nicholas e Emily, meus personagens (ou as pessoas que eu imagino que eles são).
Sem entender, eu me aproximaria, tremendo, sorrindo, chorando ao mesmo tempo. Eles pensariam  “que doida!”, mas eu nem ligaria. Eu ia abraçá-los muito, gente! Eu ia apertá-los demais. Depois eu ia colocar os dois frente a frente e diria:
— Pronto, podem se beijar.
Meu sonho realizado eles se apaixonarem, kk.
(Ok, eu viajei muito, vou alí pegar meu remédio).

9.      Quais são os seus próximos projetos?

Deisy Monteiro: Estou escrevendo Renascer em East Valley, o último livro da série East Valley, e também Ordem Escarlate Finale, o último livro da série Escarlate. Assim que terminá-los, terminarei de escrever “Quando me disseres adeus” e porei em andamento meus outros dois projetos de romance.

10.  Deixe uma mensagem especial para seus leitores e de incentivo aos autores iniciantes!

Deisy Monteiro:

Aos meus leitores,

Muitos de vocês nem devem imaginar, mas vocês tem sido minha âncora no mar revolto que foi minha vida nos últimos meses. Cada vez que eu escrevi, com erros e tudo mais, e vocês me deram um feedback, mesmo de uma palavra, o dia começou a raiar a partir dali. Eu sou muito intensa, então quando qualquer um de você dizia: “eu chorei” ou “eu sorri”. Lá ia eu chorar e sorrir junto. Cada leitura, voto, e-mail carinhoso dizendo que tinha amado o livro ou uma frase que fosse, só me fez reforçar ainda mais que é isso que quero para mim. Mesmo os leitores que brigam comigo, que dizem: “não gostei, muda tudo!”. Cara, vocês não tem ideia do quanto têm me ajudado, seja para avaliar o capítulo e mudá-lo, ou para enfiar mais um pouco o dedo na ferida. Agradeço a cada um pelo tempo investido para me acompanhar, para ler minhas baboseiras, rs. Esse foi um dos presentes mais maravilhosos que eu já recebi.

Aos escritores iniciantes,

Escrevam sempre. Mesmo quando estiverem cansados, quando a cabeça parece estar sendo sacudida por um furacão, quando parece não ter mais sentido escrever. Escreva quando estiver alegre, mas também quando estiver triste, especialmente quando estiver triste, as histórias mais bonitas de amor vem daí. Torne seu livro o lugar para onde você corre quando o mundo parecer ruir... torne-o sua válvula de escape e ame seus personagens (mesmo sendo mau com um deles de vez em quando, e acredite, é preciso) eles são as notas que vão compor o arranjo que é o seu livro. Peça ajuda sempre que precisar. Alguns autores não tem problema em dar dicas para te ajudar, mas guarde sua história consigo. Se puder, ande, conheça pessoas e conheça os seus vizinhos. Verdadeiras fábricas de histórias ambulantes. Anote o que precisar, e se for escrever, mude os nomes. Leia muito, se não muito, o máximo que puder. Vai chegar um momento em que você vai conseguir compilar todas as histórias conhecidas e criar a sua própria, e ela será linda. Contem comigo, para o que precisar.

Agradeço de coração pela oportunidade de conhecer uma pessoa tão incrível como você, Deisy!

- Ingrid M. S.

Ingrid M. SNascida em 03 de outubro de 1993, é formada em Design de Moda, mora com o marido em uma cidade pequena e muito pacata no interior de Santa Catarina. Ama escrever desde criança, mas somente em 2014, resolveu publicar algo através do Wattpad.


É sonhadora, criativa, detalhista e muito teimosa, uma viciada em livros e chocolate, simplesmente apaixonada por dias frios e chuvosos. Gosta muito de 
desenhar, assistir comédias românticas e seriados. 


CONTATO: FACEBOOK -  GRUPO NO FACEBOOK - SKOOB - WATTPAD  - AMAZON

Gostou dessa postagem??? Quer mais??? Que tal deixar nos comentários suas sugestões de leitura, vou adorar...





11 comentários:

  1. Ah, que entrevista mais gostosa de ler. Eu me lembro da sua resenha do livro Romance em East Valley, foi ai que conheci a autora e gostei muito de ver essa entrevista. Eu não sabia que ela escrevia poemas também, eu gosto muito de poemas e poesias, tenho até uma coluna no blog só para poesias.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. obrigada! Eu realmente me sinto muito feliz por saber que tem gostado dos meus escritos <3
      Deisy Monteiro

      Excluir
  2. Oi,
    Não conhecia a autora, mas foi muito legal a entrevista. Eu também amo um romance e sempre procuro ler.
    Três livros por semana, bastante hein??? Eu tento ler dois rsrs
    beijos e sucesso

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Eu realmente aprecio muito os elogios. Pode crer que não é sem dificuldade que termino os três livros! Beijo - Deisy Monteiro

      Excluir
  3. Oiii, tudo bem??
    Eu não conhecia a autora, infelizmente o Wattpad, não funciona pra mim e sei que estou perdendo histórias incríveis.. eu gostei muito da autora... ela é super simpática e atenciosa, respondeu a entrevista com vontade e os recadinhos foram absolutos e inspiradores, tanto para os leitores, como para os escritores iniciantes... são de autores assim que precisamos ter convivência e conhecimento...a humildade nos leva para vários caminhos... e um deles ao sucesso... Xero!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Mil vezes obrigada! Um grande abraço - Deisy Monteiro

      Excluir
  4. Olá flor, não conhecia a autora e achei a entrevista ótima...
    Quero muito conferir os livros da autora.

    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Oiii!
    Adoro essas entrevistas com autores nacionais porque sempre conheço novos talentos e aprendo um pouco mais sobre alguém que já admiro. O Wattpad se tornou um fenômeno para abrir novas portas, né? Acho isso super positivo, só lamento eu não ter paciência para ler por lá.
    Gostei muito da Deisy e torço muito para que ela tenha sucesso.
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Amem! Obrigada! muito sucesso e sorte para você também!
      Deisy Monteiro

      Excluir
  6. Que entrevista maravilhosa meninas, adorei conhecer a autora, legal essa relação da escrita com a ansiedade, escrever realmente relaxa, e a parte que ela falou que seus personagens surgem em sonhos é realmente interessante! Eu nunca lembro dos meus kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Beijos e sucesso!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! Eu sempre lembro de todos os meus sonhos kkk mas isso é bom né? beijo
      Deisy Monteiro

      Excluir

Seja legal: aumente nosso ego deixando seu comentário!
Mas, ei! Cuidado aí! Sem comentários ofensivos!
Um imenso obrigado de todos nós!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...