menu

Sorteios

sexta-feira, 10 de junho de 2016

15 Resenha [livro] - A Guardiã

Olá, pessoas!

Primeiro, uma novidade: a partir deste mês, o blog apresentará em suas resenhas o sistema de classificação! "The Witches goes to..." já está fixado na página principal! Venham conhecer minhas bruxinhas:



Agora, vamos ao que interessa!

Quando eu apresentei este autor parceiro, disse que tentaria ler o livro dele o mais rápido possível. E não consegui. 

Conversei com ele em março, em abril e só terminei o livro em maio... Sim, sou bacana, as resenhas são lindas, mas às vezes eu dou uma tremenda furada. Cest la vie...

Furo, mas não deixo a peteca cair! Demorei, mas taí a resenha, linda e maravilhosa! 

Vem comigo ler as opiniões e detalhes sobre o livro A Guardiã, o primeiro volume da trilogia Diários de Extermínio, escrito pelo autor parceiro B. R. Peruzzo (a quem peço só umas 15 milhões de desculpas!!!!!), lançado este ano pela Editora Arwen.

A Guardiã

Trilogia Diários de Extermínio - vol. 1

Autor: B. R. Peruzzo

Editora: Arwen

Gênero: Ficção Científica

Ano: 2016


*Obra cedida pelo autor no formato E-BOOK para resenha referente a parceria 2016. 
As opiniões são exclusivamente nossas.
Não houve nenhum tipo de intervenção em nossos comentários.*

Sinopse: 
O crepúsculo de todas as batalhas se dá nos momentos mais tenebrosos que existem. Assim como as noites mais obscuras, o mundo é um lugar sombrio, cheio de segredos. Quando o universo estava afundando em seu momento de maior lástima, os Guardiões surgiram para trazer o alvorecer, a luz e a paz de volta ao universo, ao nosso mundo e à Terra. Meu planeta natal, Zodark, foi destruído pela ganância de meu povo, e a Terra está prestes a ser destruída também, pelo mesmo motivo. Mas eu não permitirei. Meu nome é Lilian Moore, eu sou uma Guardiã, a que salvará a Terra e Zodark. Pelo menos é isso que eu espero! A Guardiã traz uma história épica, cheia de ação, aventura e ficção. Uma ficção feita para agradar a todos os públicos.


Quando você pega A Guardiã para ler, acha que tem apenas uma boa ficção científica em mãos. Mas você está levemente enganado: é também ação, aventura, romance e uma pitadinha de humor.



A história é narrada pela protagonista Lilian Moore. Nascida e criada no sul do país, ao completar 18 anos deixa seu refúgio no orfanato onde viveu desde a morte dos pais em um acidente de carro e parte para o Rio de Janeiro, onde inicia sua graduação em astronomia. Leva consigo pouca bagagem, sua herança e uma única carta que sua mãe deixou para ela, com uma recomendação pra lá de estranha: "Abra apenas quando estiver em dúvida sobre a realidade".


No RJ, aluga um pequeno apartamento, conhece a cidade, aprende como se deslocar e inicia seus estudos. Durante uma aula, uma semana mais tarde, conhece Douglas, um rapaz simpático, lindo que fisgou Lilian de primeira. Quase um mês depois, melhores amigos, muitos estudos e conversas, Lilian toma coragem: vai chamar Douglas para sair. 

Para ir estudar na casa dele, ela decide usar um vestido novo, maquiagem leve e tudo. Chega lá e surpresa: os pais dele não estão em casa. Conversa vai, conversa vem, e mais surpresas: Douglas havia preparado um jantar no terraço e tenta matá-la!


"Ele chegou com o rosto bem perto do meu e foi vagarosamente arrastando-me para perto do parapeito, em busca de apoio. Quando senti meu quadril tocar a pequena mureta e vi seu sorriso se alargar, fechei os olhos esperando ele me beijar. (...) Mas, ao invés de me beijar, ele me agarrou com toda a sua força e me arremessou lá de cima."

Nestes poucos segundos em que Lilian está caindo, literalmente vê sua vida passando diante dos olhos. Ao fechar os olhos, deseja viver intensamente e... Misteriosamente, ao abri-los, se vê de volta ao terraço do rapaz, sã e salva! Aí, então, o terror se inicia: Douglas se metamorfoseia em uma mulher completamente desconhecida bem na frente dela.


Desacordada por ter sido injetada com um soro brilhante, Lilian é levada a um local secreto, cheio de pessoas estranhas, usando jalecos e falando coisas incoerentes. Com o tempo, muitas tentativas de fuga, explicações e grande desconfiança depois, Lilian conhece sua história como Guardiã, os demais Guardiões e seus poderes, e tudo o que precisa ser feito para salvar a vida de todos em seu planeta original, Zodark. Conhece os inimigos, treina e participa de uma batalha fenomenal que pode levar à destruição da Terra.


Aquelas pessoas pareciam estar me vigiando desde que eu era criança, deviam conhecer meus pais.
- Você... Você conheceu os meus pais? - perguntei, quase como uma súplica,agora chorando abertamente.
- Não os que você conheceu, mas seus verdadeiros pais, sim. Então, volto a perguntar: você quer respostas?

Sobre os personagens: a protagonista é simpática, inteligente, corajosa, poderosa, sarcástica e até divertida, mas às vezes consegue ser bem obtusa em aceitar alguns fatos ou explicações, especialmente quando está conversando com SID, o Sistema de Defesa do Complexo em forma de robô.

Seus amigos Guardiões já existentes no Complexo são de personalidades bem distintas, uns mais e outros menos marcantes, mas todos têm seu papel delineado. Os poderes de cada um são interessantes e até críveis. Para jovens que acabaram de se tornar adultos na Terra e estão aprendendo a sobreviver para poder salvar seu planeta, eles são bem legais.

A personagem que mais me irritou quando a "conheci" foi a Bianca, a líder da Tropa de Defesa do Complexo. Seu jeito brusco de falar e tratar as pessoas me deu nos nervos, mas... Bem, convenhamos que ser a líder da Tropa de Defesa de um Complexo de Busca, Salvamento, Moradia e Treinamento de Alienígenas não deve ser fácil. Além disso, descobrimos que esse jeito dela auxilia muito na formação de caráter e de estratégias militares dos Guardiões. Aí, eu passei a gostar muito dela.

- Eu posso controlar toda a matéria ao meu redor - respondi.
- Puxa, finalmente um poder que preste aqui - Bianca me interrompeu.
- Obrigada, mas eles não servirão muito pra você, pois não pretendo usá-los aqui na Terra. Sabe como é, para não explodir o centro dela sem querer e coisas do tipo.

Vamos falar da capa e diagramação. Fazendo a descrição já comum do blog, tentando ao máximo chegar ao estilo #pracegover, posso dizer que a capa combina com o conteúdo do livro de forma espetacular. Tem em maior plano e ao fundo, a imagem de uma floresta densa com alguns feixes de luz do Sol brilhando no canto superior esquerdo. No canto superior direito, uma imagem representativa da nossa protagonista, em plano menor e como uma marca d'água. O título do livro está em amarelo forte e centralizado.

A diagramação interna não pôde ser avaliada, pois foi enviado um arquivo PDF do próprio autor. A narrativa foi em primeira pessoa, ao estilo de um diário, mas um diário bem detalhado, claro. Tem algumas palavras faltando para o contexto da frase fazer melhor sentido, muito pouco erro de pontuação. Mas, nada que interfira na leitura.


Beleza? Beleza! E agora vamos ao que interessa: o que eu achei? Peruzzo soube montar uma boa história com uma narrativa fluida, cenários bem desenvolvidos, diálogos dinâmicos. A premissa é bacana, me lembrou um pouco a coleção Legados de Lorien, mas bem pouco mesmo.

Achei que o romance da Lilian com o Richard foi muito abrupto. Mesmo que eles tivessem uma relação antes de virem para nosso planetinha, há de se considerar que ninguém continuaria a namorar do exato mesmo ponto (ignorando-se o fato de que eles vieram quando crianças), como se anos não tivessem passado. Eu, particularmente, acho que começaria tudo de novo. Mas, bem, fora isso, não vi outros problemas.

O livro tem muita ação, a parte explicativa não é chata nem longa, há uma reviravolta mais pro fim muito bem formulada. Desde o começo, Lilian vai contando detalhes que só entendemos do meio para o fim. E o final, minha gente! Como assim o autor fez isso comigo?? E agora, 'quedê' o segundo livro???

Eu recomendo para os amantes de livros mais juvenis, com um pouco de romance e muita guerrilha alien, envolvendo poderes que manipulam os elementos. É um ótimo livro e vale cada letrinha!





O LIVRO na rede:




Deem uma passadinha na loja da Editora Arwen pra garantir o seu exemplar!!!

>> ARWEN STORE <<


Sobre o AUTOR:

B. R. Peruzzo é gaúcho, nascido em 1996. Desde novo, tem uma imensa paixão pela escrita e pela leitura, criando suas próprias histórias. Mora em Caxias do Sul com seus pais, sua linda Chow-Chow, um linguiça chato e uma gata louca. É comprometido e tem sua irmã como uma grande amiga e apoiadora. A Guardiã é o primeiro livro da saga Diários de Extermínio.

CONTATOS:
 

   



Esse livro faz parte do Desafio Literário 60 Livros em 1 ano, organizado pelo Blog Livros & Tal, como minha leitura #17de60.


De novo, Peruzzo, mil desculpas por atrasar tanto. Detesto furar com minhas responsabilidades. Mas valeu a pena demorar um pouco mais para desfrutar maravilhosamente de uma leitura tão bacana. Espero, sinceramente, que os próximos livros venham logo!

Aos leitores, repito: é uma ótima leitura e super recomendo para quem se amarra em ficção com alienígenas e muita dose de aventura.

Comentem aí o que vocês acharam!

Até + ver!





PROMOÇÕES ATIVAS:

São kits de arrasar! Participe:



 

15 comentários:

  1. Muito obrigado *-* simplesmente ameeeei

    ResponderExcluir
  2. Menina, quando chegou na parte do Douglas tenta matá-la, já fiquei assusta. Pensei que fosse algo mais clichê, beirando ao romantismo puros, mas vi que é bem eletrizante

    ResponderExcluir
  3. Adorei as bruxinhas! Hahahha Ainda não sabia pelo livro, mas você me deixou interessada. :)

    ResponderExcluir
  4. Oi, como vai?

    Apesar da trama ser muito rica e com personagens poderosos, não consigo me entusiasmar, mas para quem curte a temática, creio que valha a pena conhecer o livro. Eu não curto muito ficção cientifica e muito menos trilogias, mas por se tratar de um escrito nacional, pretendo ler, pois gosto de dá uma força para literatura brasileira. E quanto aos personagens: sempre haverá Lilian boazinha e Bianca insuportável, na vida real sempre nos deparamos com os dois tipos, felizmente e infelizmente. Parabéns pela resenha e obrigada pela dica!

    PS: saudades querida, ando sumida por inúmeros motivos, ainda assim, estou sempre lendo e curtindo seus posts no facebook. Espero que você esteja bem.

    http://www.cristinadeutsch.org/
    Saudações literárias.
    Beijos no ♥

    ResponderExcluir
  5. Minha colaboradora leu esse livro e gostou muito! Tenho ele aqui em meus arquivos do computador, pretendo ler um dia e espero gostar... Não poderei deixar essa obra passar, pois o autor é parceiro do blog e como dono é um dever cumprir. ^^

    Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
  6. Oiii Nuccia, tudo bem?
    Menina fiquei bem louca aqui, pensei que a história fosse bem diferente do que a capa parece ser, achei surpreendente a sua resenha e louquinha para ler, não parece ser aquele romantismo barato, gostei.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  7. Eu gostei bastante do livro. Achei a narrativa bem leve e rápida de ler e alguns personagens são bem característicos. Concordo com você sobre o romance da Lilian com o Richard, ainda mais por ela estar tão confusa com algumas coisas, né? Mas não deixa de ser um bom livro.
    Parabéns pela ótima resenha!
    Beijo

    ResponderExcluir
  8. Olá,

    Eu li esse livro a pouco tempo e como você disse realmente esperamos um livro comum, mas nos surpreendemos muito com o universo que o autor cria ao longo da obra. Embora a temática seja bem clichê, gostei da forma como foi abordada e só achei que os personagens careceram um pouco mais de desenvolvimento, pois nenhum deles me cativou. Mas mantenho as expectativas altas para o próximo volume.

    Abraços
    colecoes-literarias.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. Oioi!
    Não conhecia o livro “A Guardiã”, mas pela capa eu confesso que ja me animei a ler.
    Adoro uma fantasia e essa parece ser daquelas que a gente envolve toda na hitoria e fica louca pra saber de tudo.
    Apesar do romance ter sido abrupto, ainda me animei a conhecer tudo.
    Beijos.

    Livros e SushiFacebookInstagramTwitter

    ResponderExcluir
  10. Olá!
    Eu conhecia o livro só por alto e gostei bastante da premissa dele, mesmo sendo de um gênero que não costumo ler.
    Achei a história bem interessante, fiquei curiosa sobre essa narrativa em forma de diários, só acho que não vou gostar muito dessa coisa do romance meio abrupto. Ainda assim, espero ter oportunidade de ler o livro futuramente.
    Ótima resenha!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. oi ^^ pow apesar de ter alguns elementos que me agradam na história, eu não consegui me senti atraída pela leitura. sem contar que a capa também não me agradou muito. quem sabe algum dia eu dê uma oportunidade, mas no momento não leria. Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  12. Oiii Nuccia, tudo bom? Eu adorei tua resenha!! Estou com problemas para dar conta de livros de parceria também, mas acontece nos melhores blogs, não é? kkkk Falta tempo!! A Guardiã tem uma premissa maravilhosa, e pelo que li na sua resenha acho que iria gostar da leitura também, mesmo não sendo um gênero super favorito.
    Beijooos

    ResponderExcluir
  13. Obrigada, leitores!!! Cada comentários foi lido com carinho, agradeço imensamente vocês terem vindo! =*

    ResponderExcluir
  14. Oie tudo bem? Gostei bastante da sua resenha, mas infelizmente não me interessei pelo livro. Deixo a dica para a próxima...

    ResponderExcluir

Seja legal: aumente nosso ego deixando seu comentário!
Mas, ei! Cuidado aí! Sem comentários ofensivos!
Um imenso obrigado de todos nós!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...