quinta-feira, 21 de julho de 2016

7 [Traça Literária] Resenha [livro] - O que não podemos deixar para trás, de Renata Müller!!!

Olá amores ❤

Hoje temos Resenha Nacional do Livro O que não podemos deixar para trás da autora Renata 
Müller!!!

Eu sou a Ingrid, autora e nova Colaboradora, autointitulada "traça".



O que não podemos deixar para trás

Ano: 2015 / Páginas: 231
Idioma: português
Editora: Amazon




Sinopse

Quando eles se conheceram, foi ódio à primeira vista e eles ficariam perfeitamente felizes se nunca mais se vissem durante suas vidas. O destino, porém, não deixa de ter uma certa ironia.
Anos mais tarde, Júlia e Rafael se reencontram e descobrem que o tempo pode piorar antigas rivalidades e que não é nada fácil trabalhar com quem você mais detesta. O que eles não poderiam imaginar era que amor e ódio fossem duas faces da mesma moeda.





Renata Müller



Biografia

Sou uma geminiana que não acredita em horóscopos. Vivo sonhando acordada e narrando coisas para mim mesma. Tenho uma verdadeira paixão por histórias e pela palavra escrita. Minhas pessoas favoritas são meu marido e o meu cachorro (porque parafraseando um cavalheiro célebre, “cachorro também é ser humano).



[Traça Literária]

Resenha


“Olhei para o estranho e achei que ele parecia assustadoramente familiar. De onde eu conhecia aquele homem? Era lindo.”

Júlia é metódica, não tem muito sucesso com encontros, sua melhor amiga Caty é quem está sempre por perto para desabafar, a quem ela costuma encher com seu humor sarcástico. Ao descobrir que o tal cara novo contratado pela agência de publicidade onde trabalhava, era Rafael Oliveira, alguém que ela odiava com todas as suas forças e, com quem teria que dividir sua função, estando ele logo do outro lado da parede, tendo que se ver todo o tempo, o que a deixou muito irritada.

“Minha sorte simplesmente estava rolando ladeira abaixo, sem perspectivas de parar.”

Inicialmente, Rafael, pareceu não reconhecê-la, o que a deixou inquieta. Eles se conheceram há aproximadamente doze anos, em uma sala de aula, sendo ele o aluno novo que derramou o corretivo que Júlia havia lhe emprestado sobre ela durante uma prova de Biologia, a qual ele sequer precisava estar fazendo. Desde então, ela não se conformava com sua atitude, crendo que fez de propósito.

— Mas não parece ter sido realmente culpa dele... — Caty, sempre a defensora dos oprimidos. — Além do mais, agora ele é o senhor bonitão.
— Senhor bonitão? Está brincando, né? Rafael? Bonitão? O dia em que ele foi bonito, é o dia em que as vacas dançarão valsa.”

Com o decorrer do tempo, por influência dos constantes encontros na agência e fora dela, durante os happy hours com os demais funcionários, mesmo evitando, Júlia acabou se aproximando de Rafael, correndo o risco de esse ódio nutrido por tantos anos ser facilmente substituído por amor.

— Ela sempre foi linda, não pense que eu estou dizendo o contrário. É claro, ela é mais linda agora.
— Estou sentindo umas vibrações românticas no ar — Thiago brincou.
— Ela me odeia.”


Eu conheci a escrita da autora através de seu livro Antes de você chegar, mas O que não podemos deixar para trás, é o que mais gostei. A capa é bonita, condiz com a história, possui um toque sutil e certa delicadeza no formato das letras. A diagramação é simples e a revisão está ótima.

“Acabei olhando bem nos olhos do dito cujo. Senti o meu coração parar de bater por um segundo, junto com a sensação de frio no estômago. Não esperava que os nossos olhares se encontrassem. Quase morri de susto.”

Um romance leve, divertido, cuja protagonista se destaca por seu altruísmo, um Chick-Lit clichê, porém, eu amo clichês, principalmente com um relacionamento repleto de altos e baixos. Narrado em primeira pessoa, intercala entre os pontos de vista de Júlia e Rafael, possibilitando ao leitor uma ampla visão dos fatos.

Dou cinco estrelas e recomendo!


Ingrid M. S. Nascida em 03 de outubro de 1993, é formada em Design de Moda, mora com o marido em uma cidade pequena e muito pacata no interior de Santa Catarina. Ama escrever desde criança, mas somente em 2014, resolveu publicar algo através do Wattpad.


É sonhadora, criativa, detalhista e muito teimosa, uma viciada em livros e chocolate, simplesmente apaixonada por dias frios e chuvosos. Gosta muito de 
desenhar, assistir comédias românticas e seriados. 


CONTATO: FACEBOOK -  GRUPO NO FACEBOOK - SKOOB - WATTPAD  - AMAZON

Gostou dessa postagem??? Quer mais??? Que tal deixar nos comentários suas sugestões de leitura, vou adorar...





7 comentários:

  1. Oi Ingrid.

    Que livro fofo, embora a história não seja muito original e o final provavelmente é previsível, me pareceu uma leitura bem agradável que pode levar os leitores sensíveis às lágrimas.

    Gostei da sua resenha, parabéns!!

    ResponderExcluir
  2. Ingrid, tudo bem? Nossa, amei a resenha! Eu amo um clichê, daqueles que deixa agente suspirando, e se for leve e divertido, eu amo ainda mais. Eu ainda não conheço a escrita da Renata, mas já vi essa capa por aí e a achei linda. Fico feliz de conhecer um pouco da obra através das suas palavras. Já coloquei na listinha de desejados.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Também curto clichês, e não me importo nem um pouco em acompanhar esses relacionamentos com altos e baixos. Chocada aqui por ela ter desenvolvido todo esse ódio por causa de um corretivo derramado. Ainda bem que no fim com certeza ela deixa isso de lado... hehe... e apostaria que foi acidente... rs...

    Beijo!

    ResponderExcluir
  4. Oii Ingrid
    Bom achei o romance um pouco água com açúcar, não sei se eu leria, não me convenceu muito...
    A capa está lindíssima e sua resenha muito bem feita...
    Beijuh

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Eu sinceramente não entendo esses ódios mortais e eternos por coisas tão pequenas. Quando ela estava na escola, ok, super compreensível essa atitude infantil...
    Mas já adulta? Me parece tão bobo.

    O lado positivo é que ao fazê-la se apaixonar por ele a autora mostrará exatamente isso, o quão boba era a atitude anterior da personagem. 😄

    ResponderExcluir
  7. Hey tracinha!
    Os romances são sua cara, eu super entendo desses amores que nascem da implicância infantil hahaha.
    Acho que deve ser uma leitura bem levinha e descompromissada para se fazer em uma tarde se entupindo de besteiras (de preferência na tpm)
    Beijocas e parabéns pela resenha.
    Razô monamú!

    ResponderExcluir

Seja legal: aumente nosso ego deixando seu comentário!
Mas, ei! Cuidado aí! Sem comentários ofensivos!
Um imenso obrigado de todos nós!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...