menu

Destaques

quinta-feira, 19 de outubro de 2017

0 Resenha [livro] - O silêncio das águas, de Brittainy C. Cherry

Rélou pipol!!!

Estão todos bem?? Espero que sim. Hoje vou falar pra vocês sobre o terceiro livro da série Elementos, O silêncio das águas, de Brittainy C. Cherry e publicado, no Brasil, pela Editora Record

Se você não viu a resenha dos primeiros livros, pode ver aqui O Ar que ele respira e A chama dentro de nós
Um detalhe importante é que a série pode ser lida separadamente, já que as histórias não têm ligação entre si. 

Bora lá??

*Acervo pessoal da blogueira*

O SILÊNCIO DAS ÁGUAS - SÉRIE ELEMENTOS

Ano: 2017
Número de páginas: 364
Editora: Record
Gênero: Romance/Drama

SINOPSE

Da autora de O ar que ele respira e A chama dentro de nós, uma história de amor que precisará vencer todos os obstáculos. 
Quando a pequena Maggie May presencia uma cena terrível à margem de um rio, sua vida muda por completo. A menina alegre que vive saltitando de um lado para o outro e tem uma paixonite por Brooks Griffin, o melhor amigo de seu irmão, sofre um trauma tão grande que acaba perdendo a voz. Sem saber como lidar com o problema, sua família se vê em uma posição difícil e tenta procurar ajuda, mas nenhum tratamento vai adiante. Ao longo dos anos, Maggie aprende sozinha a conviver com os ataques de pânico e, sem conseguir sair de casa, encontra refúgio nos livros. 
A única pessoa capaz de compreendê-la é Brooks, que permanece sempre ao seu lado. A cumplicidade na infância se transforma em amizade na adolescência, até que um dia eles não conseguem mais negar o amor que sentem um pelo outro. Mas será que o forte sentimento que os une poderá resistir aos fantasmas do passado e a um acontecimento inesperado, que os forçará a navegar por caminhos diferentes?


O LIVRO NA REDE: SKOOB | AMAZON | SARAIVA | SUBMARINO 



Li o primeiro livro, O ar que ele respira e o triste Pluto, e pensei: Uauuu que lindo. Mas aí veio o Lo em A chama dentro de nós, e eu fiquei no chão, arrasada. 

Quando anunciaram o lançamento do terceiro, eu pensei: impossível a autora se superar. Pois, caí do cavalo. Brittainy vem com uma história melhor ainda, que mexeu com meus sentimentos desde o começo. Li em um dia, tive que devorar para saber o final. Logo nas primeiras páginas tem um recadinho da autora, falando sobre o que ela passou na vida e que tem relação com o livro. 

"Mas então respiro fundo e procuro me lembrar de que tudo bem ser eu mesma. Tudo bem me sentir amedrontada em alguns dias e destemida em outros. Tudo bem sentir medo de ter uma voz e ainda assim usá-la todos os dias. Tudo bem se eu não sou perfeita, mas, mesmo assim, inteira."

Nesse volume, conhecemos a história de Maggie May, uma garotinha fofa, que vive saltitando e mora com o pai em um pequeno apartamento. Seu pai se casa novamente e ela vai morar com a nova família em uma casa espaçosa, juntamente com a sua nova mãe Katie, seu meio-irmão Calvin e sua meia-irmã Cheryl

Na primeira noite em sua nova casa, Maggie chora baixinho, com medo do escuro e Brooks, melhor amigo de Calvin, aparece com um abajur, tentando ajudar a garotinha. Ele já me ganhou nesse pequeno gesto e, durante o restante do livro, o meu amor por ele só aumentou. Brooks é daqueles caras pra casar. 

O enredo se desenrola em torno do trauma de Maggie, que perdeu a voz ao presenciar um crime. Ela não consegue contar pra ninguém o que aconteceu naquele dia, e vive com seu "diabo" a atormentando dia-a-dia, ela também nunca mais saiu de casa. A narração dos eventos de pânico, toda a opressão que ela sente, consegui sentir cada um deles, a sensação de impotência e desespero. 

Aí chega o Brooks, com todo seu jeito de saber lidar com ela, e promete que jamais a deixará sozinha, que a ouvirá mesmo em seu silêncio. Fala sério!!! É pacabá.  Brooks e Calvin, montam uma banda e começam a ensaiar na garagem da casa, Maggie sempre vê os ensaios, é o ponto alto de seu dia. Com o passar dos anos, os dois vão percebendo que sentem mais do que amizade, o sentimento vai virando amor, amadurecendo. É lindo ver os dois juntos. 

A Sra. Boone é uma personagem superimportante na trama, é uma senhorinha mal-humorada, mas que à todo custo quer ajudar Maggie, e todos os dias ao meio-dia ela traz chá e pães, e fica conversando com ela. 

O pai dela é show de bola, ele sempre está apoiando e se preocupando com a filha, o que desgasta o relacionamento dele com Katie, que de madrasta boa vira uma de doer na alma, sempre rebaixando a agora jovem Maggie. Todos os dias o pai a coloca na cama, dizendo sempre a mesma frase, desde que ela era pequena.

"Boa noite, Maggie. As batidas do seu coração fazem o mundo continuar girando."

Eu odiei a Cheryl por um bom tempo, ôoooo minina chata, mimada, e ainda por cima quis pegar o Brooks... afff... mas a vida deu um sacode e ela tomou rumo. 

Voltemos à Brooks e Magnet (que é como ele a chama). Eles se entendem, e Brooks faz de tudo para que ela se sinta normal. O casal cria certos rituais que achei super fofo, ele sempre faz a mesma pergunta, todos os dias: "Você está bem hoje, Maggie May?", e criam o "cinco minutos" que é a coisa mais fofa.

"Ela me deu as mãos e ficamos sentados, sem nos mexer, olhando nos olhos do outro por cinco minutos. No primeiro minuto, não conseguíamos parar de rir. Parecia um pouco ridículo. No segundo, rimos um pouco mais. No terceiro, Maggie começou a chorar. No quarto, choramos juntos, porque nada doía mais do que ver seus olhos tão tristes. No quinto, sorrimos. Ela soltou a respiração, e eu também.Era libertador compartilhar sentimentos tão intensos com alguém que os sentia da mesma forma. Era naqueles momentos que eu percebia que aprendia mais sobre ela. Era naqueles momentos que eu aprendia mais sobre mim. Eu não sabia que era possível ouvir tão claramente a voz de alguém no silêncio."

Uma história sobre perdas, traumas, sentimentos intensos e, sobretudo, sobre o amor. Perdi o ar várias vezes, me afoguei no sofrimento de ambos, nas dificuldades. Renasci em cada ato de amor, em cada desprendimento deles em favor do outro. Vivi todos os seus medos, incertezas, saudades. E sorri com o fim.

NOTA DE 1 A 5: FAVORITÍSSIMO 💗💗💗

Beijokas e nos vemos em breve!!


Image result for brittainy c cherry booksSobre a autora: Brittainy C. Cherry é formada em artes cênicas, com especialização em escrita criativa pela Carroll University, em Wisconsin. Quando não está escrevendo, adora brincar com seus bichinhos de estimação. Também é autora de Sr. Daniels, O ar que ele respira e A chama dentro de nós, publicados pela Editora Record. Ela mora com a família em Milwaukee, Winconsin. 





Lucy Santos

Adoro viver em Sampa, graduanda em Letras, revisora, escritora, casada com o amor da minha vida, mãe de três filhos e uma cachorrinha. Amo a vida, tocar piano, séries... meu vício?? são os livros, sou simplesmente apaixonada pelo mundo da leitura. Sou teimosa, ciumenta, e mais um monte de coisinhas. 



         INSTAGRAM WATTPAD | G+| SKOOB | LUVBOOK





Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja legal: aumente nosso ego deixando seu comentário!
Mas, ei! Cuidado aí! Sem comentários ofensivos!
Um imenso obrigado de todos nós!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...