menu

Destaques

sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

0 Resenha [livro] - A estrela dos mortos, de Renan Carvalho


Bom dia, boa 6ªf!!!

O ano está acabando e eu estou correndo para postar as resenhas dos livros que li e assim cumprir as metas!

Vamos a mais uma resenha de livro nacional aqui no blog?

Ah muito tempo, lá na Bienal do Livro Rio 2015, eu e minha amiga Alê paramos para conversar com um autor e ... pá! Livro pra casa! O volume 1 já foi resenhado aqui. Vamos ao segundo?

Bora descobrir tudo sobre A Estrela dos Mortos, o volume 2 da coleção Supernova de Renan Carvalho, lançado pela Editora Novo Conceito (Selo Novas Páginas).

A Estrela dos Mortos
Coleção Supernova - vol. 2
Autor: Renan Carvalho
Editora: Novo Conceito
Gênero: fantasia
Ano: 2015
480 p.

Sinopse:
Após deixar sua cidade natal, Leran está perdido em busca de uma pessoa que possa ajudar sua irmã Luana a controlar seus poderes. Enquanto foge de caçadores colocados em seu encalço, o arqueiro conhecerá novos lugares e aliados para sua jornada. Ao mesmo tempo, Tlavi, a jovem Estrela da Cura, tenta desvendar os mistérios de um criminoso capaz de erguer as forças das trevas no território pacificado do Reino Central. O caminho desses personagens está ligado pelo destino. Será que poderão lutar juntos para descobrir como vencer os novos inimigos? Conseguirá Luana despertar sua verdadeira força? Como Leran agirá diante da evolução dos poderes da irmã? É o que você vai descobrir em Supernova: A Estrela dos Mortos.



*Livro emprestado pela amiga da blogueira*

Esse livro faz parte do Desafio Literário Diminuindo a Pilha 2017, como leitura de DEZEMBRO: Livro DO GÊNERO FANTASIA.

RESUMO DO VOLUME 01

Em Acigam, o uso da magia é totalmente proibido, os Magos são caçados e mortos pelos Silenciadores, magos assassinos contratados pelo governo. Isso, no entanto, não impede a formação de grupos rebeldes secretos que lutam contra a tirania do governo. Leram não faz parte de um desses grupos, mas seu pai fazia e seu avô faz. Isso ele descobre quando, no dia em que saem tarde dos treinos de magia, acabam perdidos no meio de uma perseguição contra os Magos. Uma Guerra Civil entre Magos e governo está para começar e, por causa do descontrole do poder de sua irmã, Leram está praticamente no centro dela. E isso não é tudo, a única pessoa em que ele confiou plenamente é justamente a que o traiu da pior forma possível.



Leram e Luana fugiram de Acigam no trem que ia para Mabra com suprimentos. Era urgente a necessidade de encontrar quem pudesse ajudar Luana a entender e controlar seus poderes. Mas a viagem não seria fácil, afinal a "rainha" de Acigam estava disposta a tudo para prendê-los e para roubar o poder da irmã de Leram. Eles acabm em uma cidade subterrânea, praticamente no centro de poder do Pólo Terra. E quase permanecem lá para sempre.


"A poeira envolve seu rosto e o baque a faz fechar os olhos, tossir. Vejo sua pele perder a cor, as roupas também. Tudo fica amarelado, depois marrom. Luana tenta se mover, contudo os músculos parecem rígidos. Aos poucos ficam totalmente imóveis. O Senhor das Areias a petrificou."

Enquanto isso, bem distante dali, Tlavi Hur, uma Paladina, a Estrela da Cura, uma das Estrelas mais poderosas que existem, está a caça de algo ou alguém que dizimou todo o vilarejo de Cimérium. O poder que encontraram na busca feita na cidade era muito maior do que o esperado. A Ordem precisava ficar de sobreaviso, contudo a política era um empecilho. Tentando desvendar o mistério sozinha, Tlavi é quase morta por uma mordida fatal, oriunda de uma vítima de magia negra poderosíssima. E a figura que está por trás disso é poderosa, temida e tem planos de dominação.



Aos poucos, novos personagens vão surgindo, novas explicações, mitologia sendo desvendada e tudo intrinsecamente ligado e relacionado ao mundo de Leram e sua irmã. Até mesmo o mago a quem Leram e sua irmã foram buscar em Mabra parece ligar ambos e seu novo companheiro Gueth a Tlavi de um jeito inesperado. E quando achamos que o mundo está perdido, há uma única esperança.


"Subo me apoiando na parede e empurro a porta... ela não abre. Os monstros já estão a poucos metros de mim. Desesperada, eu tento outra vez, agora com muito mais força. Grito por socorro e esmurro o metal da passagem. Faço de tudo para abri-la, mas o alçapão nem se move. Fui trancada aqui dentro."

Aventura, ação, aprendizado, traição. Tem de tudo nessa história. E reparem que eu fui sucinta, pois tudo que eu escrever a mais é spoiler. Eu sou legal, ok, mas que eu queria contar o que acontece, queria mesmo!

A edição deste é tão simples quanto a anterior. As folhas são amareladas, de textura fina. Dessa vez, a fonte estava em ótimo tamanho. Contamos com as ilustrações em tons de cinza, muito bacanas, combinando com a capa do livro, feitas especialmente para a coleção. Mas a NC pecou um pouco na revisão: muitas palavras com erro de digitação, parágrafos truncados.



A capa representa uma das primeiras cenas da história e combina com a capa do livro anterior, o que muito agrada aos fãs. Descrição #pracegover: em primeiro plano, vemos uma moça de costas ao leitor. Ela usa uma armadura dourada, com ombreiras grandes e uma capa acinzentada. Em sua mão esquerda há um cajado também dourado. A sua frente, corpos em bancos de madeira e logo adiante uma esfera com um intenso brilho arroxeado.


"(...) Não sei quanto tempo leva para que um cadáver afetado pela infecção levante, mas, assim como as crias do monastério, aqueles que morreram na cidade voltarão com sede de sangue, violentos. (...) Libero a energia dentro de mim e desapareço na direção das estrelas. Quando pouso na cidade, corro direto para as valas onde enterramos os corpos e, para confirmar meu maior temor, elas já foram violadas... de dentro para fora."

O que achei do livro: como o livro começa de um novo ponto de vista, apresentando a Paladina, a gente acha que vai se perder um pouco, mas não é bem assim que funciona. Aos poucos, o desenrolar nos mostra os personagens que já conhecíamos, envolvidos em novos problemas, recomeçando a partir de onde paramos no livro 01. E até aí tudo ok, deu pra acompanhar muito bem!


Aqui há um a alternância maior de personagens. Além dos adolescentes que conhecemos no livro 01, somos apresentados a alguns outros no livro 02, e também a adultos com uma grande carga de responsabilidade sobre as costas. De maneira interessante, a escrita é tão fluida e juvenil que eu esquecia da idade dos personagens. Chegou uma hora que eu quase via Tlavi como uma garota muito madura de 20 anos (como Leram e a irmã), quando na verdade ela já devia ter seus 30.

As cenas de lutas continuam bem escritas, a imaginação do autor para monstros absurdos me deixou chocada. Cheguei ao momento de pensar em TWD com um toque de A Lenda e me amarrei com essas analogias. As descrições e explicações sobre magia e Estrelas foram bem mais simples que o primeiro livro. Ou na verdade pareceram mais simples por nós já estarmos imersos naquele mundo. Independente disso, ao final desse livro também há apêndices com mapas, dicionários e personagens.



Esse livro está horripilantemente longe de ser cansativo. Pelo contrário, há tantos mundos novos e personagens mudando, uma variação de ponto de vista muito bem intrincada que te prende e deixa bem curioso quanto ao desfecho. Manteve a narrativa em primeira pessoa, mesmo com a alternância de pontos de vista entre os personagens. Isso foi bacana pois pudemos entender melhor a história como um todo.

Para os amantes da fantasia, é uma delícia de leitura! Mais do que recomendado!





Sobre o AUTOR:

Renan cresceu com um gosto inexplicável por histórias fantásticas. Amante de desenhos, HQs, filmes, games e livros, aprendeu, desde cedo, a criar seu próprio mundo. Era o garoto que escrevia mais de vinte páginas nas lições de redação e tirava zero por ter fugido do tema proposto. Com o passar dos anos, deixou a fantasia de lado e voltou-se para o mundo real. Graduado em Marketing, passou a trabalhar dentro de sua área de formação. Foi apenas com vinte e cinco anos que decidiu buscar os cadernos empoeirados da época de criança e redescobriu sua paixão.



Não vi notícias sobre o volume 03, mas espero que esteja saindo em breve, pois agora a curiosidade subiu a níveis estratosféricos!

Um abraço, Renan, que venha o desfecho!

Aos leitores: ajudem a divulgar a literatura nacional compartilhando as resenhas!

Boa leitura!

Até + ver!


Nuccia De Cicco é bióloga, Doutora em Bioquímica, escritora, poetisa, bailarina e blogueira. Carioca de paixão de Santa Teresa, é apaixonada por livros, seriados, tatuagens e lambidas caninas, além de ter uma queda saudável por cafajestes. Surda desde os 27 anos, é co-autora em nove antologias e publicou o livro “Pérolas da minha surdez”, uma obra sobre luta e força de vontade. Todas as suas facetas são mostradas no blog “As 1001 Nuccias”. Nele, a literatura impera!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja legal: aumente nosso ego deixando seu comentário!
Mas, ei! Cuidado aí! Sem comentários ofensivos!
Um imenso obrigado de todos nós!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...