menu

Destaques

sexta-feira, 2 de março de 2018

0 Resenha [livro] - Em seus olhos, de Nilcéia Muniz


Olá, leitores!

Primeira semana de março e começamos bem com resenha de livro nacional!

Trago hoje um romance de tirar o fôlego! Venham conhecer Em seus olhos, o primeiro volume da Coleção Irmãos Campbell, uma série de romances com toques eróticos, escrito pela Nilcéia Muniz e publicado na Amazon!


Sobre o LIVRO:

Em seus olhos
Série Irmãos Campbell - vol. 1
Autora: Nilcéia Muniz
Editora: Amazon
Gênero: romance / sensual
Ano: 2017
880 p.

Sinopse:
De sorriso assassino e olhos neons, Alexander Campbell, um lutador de MMA campeão na categoria peso pesado, aos vinte e nove anos tem tudo o que poderia querer; Uma carreira de sucesso, a melhor família do mundo — que é sua base — e mulheres que, não se importam com o que ele está mais que disposto a dar: Apenas o momento. Momentos esses que, ele garante fazer valer a pena. Lara é outra história. Brasileira, se mudou para os Estados Unidos aos dezoito anos onde cursou faculdade e iniciou sua carreira na fotografia e fez do novo País seu lar, mesmo que inicialmente esse não fosse o plano. Ela costuma dizer que não fugiu do Brasil, ela apenas deixou para trás um pai violento, uma mãe conformada e uma batalha que ela lutou demais e que na verdade, nem era dela. E o que esses dois tem em comum? Nada... Tudo... O caminho entre eles colidem de uma forma inevitável, intensa, inegável. Como se, de alguma maneira não pudesse ter sido diferente. E a certeza de que, apenas um gosto não seria suficiente. E, não foi. Conheçam Alex, Lara e tudo que vem com esses dois. Uma família maravilhosa que tem respeito-zero-sobre-privacidade-aos-membros-dela. Frio na barriga, intensidade, cenas quentes — bem quentes — gargalhadas garantidas e suspense. Tudo isso regado à um mocinho determinado como um inferno, uma mocinha corajosa, boca suja e com um grande senso de humor, e claro, todo amor do mundo... E claro, toda a luta férrea para mantê-lo. Se você se arriscar nessa leitura, eu — a autora aqui — desejo uma boa viagem. A melhor possível... Estarei com os dedos cruzados torcendo por isso. Já de antemão, aviso: Nosso mocinho não é conhecido por ser paciente. Você vai encontrar uma, duas ou três vezes a palavra “minha” sendo dita possessivamente, e talvez dependendo de quão fundo na história você estiver será capaz de ouvi-la sussurrada em seu ouvido. E se isso acontecer? Não se preocupe. Esse, sem dúvida é Alex.



*Obra cedida pela autora no formato digital para resenha. As opiniões são exclusivamente nossas. Não houve nenhum tipo de intervenção em nossos comentários.*




Participar de desafios tem lá seus benefícios. Por exemplo, estou totalmente fora da minha zona de conforto literária e gostando disso. Vejam só, passarei o ano lendo romances. Isso mesmo que você leu. Fantasia, terror, serão poucos. Mas romance... "saindo pelo ladrão".

O segundo livro do desafio do Clube do Livro Papeando é um daqueles romances que eu não leria por pura birra, porque eu sou chata, é verdade. Mas daí peguei o livro Em seus olhos, já preparada por outras opiniões e gostei do que li.

Lara é uma jovem adulta que passou por muitos problemas durante sua infância no Brasil. Por problemas, leia-se um pai violento. Ela passou anos assistindo os atos violentos dos pai sobre a mãe e a resignação da mãe em continuar com tal homem. Aos dezoito anos, não pensou duas vezes: ligou para a família de sua mãe (que é norte-americana), conseguiu ajuda e se mudou de vez para os EUA a fim de cursar faculdade. É lá que conhece Sky, a caçula da família Campbell, composta pelos pais e outros 4 irmãos. E é com eles que Lara passa a viver de tal forma que parece ter sido "adotada". É uma convivência carinhosa, de coração.

"Foi justamente o que senti, uma corrente elétrica que veio diretamente dele assim que nossas mãos se encontraram e levantei meus olhos para os dele. Um azul que mais parecia neon travado com os meus."

Além de Sky, com quem mora na casa anexa à principal no lar dos Campbell, Lara também se dá muito bem com os irmãos Dominic, o promotor, e Gabriel, o músico, com os quais mantém contato diário. Caleb é o irmão adotivo que se tornou SEAL, na Marinha dos EUA, e está em zona de guerra. E Alex é o mais velho, lutador MMA, a quem Lara apenas conhece por fotografias e pelas palavras dos irmãos. Até que ele sofre uma lesão no joelho e decide se recuperar na casa dos pais.

Alexander Campbell é, além de lutador, um homem alto, de belos olhos azuis, podre de rico, campeão no MMA e um perigo para as mulheres. Pensem numa criatura deliciosa. Pois é. Mas... e sempre há um "mas" com esses caras, é também aquele tipo de homem que não quer saber de compromisso, sequer de um namorico. Como ele próprio faz questão de frisar o tempo todo para as mulheres com quem dorme: "Sem amarras, baby, eu te fodo, você goza e nossa conexão acaba quando eu saio de você e tiro a camisinha". Aí ele conhece Lara e ela se torna um desafio.


O problema é que o tal desafio é apaixonante. Em menos de uma semana a coisa degringolou e se aprofundou rapidamente. Tão rápido que assusta Lara, assusta a família toda e mais ainda ao Alex, cujo coração não tinha nem intenção de ter uma dona.

Daí pra frente, além do romance todo, temos ameaças chegando via telefones desconhecidos, acidentes no Brasil, segredos descobertos, mais acidentes na volta aos EUA, revelações.

"Nunca mostrei interesse sobre o passado, história, seja lá o que fosse de mulher alguma, nem como conversa fiada para levar uma para minha cama, então, por que caralho eu estava aqui me coçando para saber dessa garota?"

Bom, vamos ao que eu achei.

O prólogo foi escrito em 3ª pessoa, diferente do resto do livro, e ficou um pouco confuso. O final é o esperado, super clichê, mas ainda assim é bonito e emociona. Deu curiosidade de conhecer a história dos demais irmãos. As cenas sensuais foram muito bem escritas. As cenas mais divertidas para mim foram duas: as garotas no bar, depois de muitas tequilas, e quando Lara está na praia no Brasil e é assaltada por um labrador faminto. Há um certo suspense com relação às ameaças e até descobrirmos quem foi, gostei do clima. Não havia pensado naquela pessoa, passou tão despercebida durante toda a história...!


O livro todo se passa em mais ou menos 1 mês. Arram, isso aí, 800 páginas de história pra caramba sobre 30 dias. Narrado em primeira pessoa, na voz de Lara e Alex, apresenta ainda alguns capítulos bônus com a narrativa de outros personagens da família e amigos. A maior parte da história se passa nos EUA, na casa da família, no trabalho de Lara, na casa do Alex. Mas também tem uma boa parte que se passa no Brasil, em Santa Catarina, o estado origem de Lara.

"Tenho sede dessa mulher, é como se eu estivesse num deserto sem fim, e quando seus lábios estão nos meus, toda a sede vai embora e eu só preciso de mais."

Lara é uma personagem forte, cujo passado moldou sua personalidade resiliente atual. Gosta do seu trabalho com fotografia, faz com amor e dedicação. A relação dela com a família Campbell é muito legal, difícil de encontrar nos dias de hoje, mas não impossível. É bem pé no chão, sabe o que quer para si e não se deixa abalar pelo ciúme estapafúrdico do cara por quem se apaixona. A família toda parece perfeita demais, porém temos alguns segredos e partes mais profundas de personalidades que deverão ser desvendados nos livros posteriores. De todos os irmãos, particularmente gostei mais do Gabriel por conta do seu jeito despojado.

Alex, no entanto, apesar de ser lindo, e ter lá seu lado romântico, é irritante demais com o ciúme e a posse. Eu odeio homem possessivo querendo mandar no modo como me visto, como ando, com quem falo, com quem saio. Alex é assim. Primeiro, achei ele bem grosseiro com as minas que pegava. Ok, sou adepta do sexo casual, todavia não sou um poço de grosseria. E quando ele se encanta pela Lara, a coisa piora. Todas as roupas de Lara são curtas e justas demais pra ele. Ela não pode tratar nem os irmãos dele mais carinhosamente. Taquiupariu, vai ser chato assim lá longe!


A edição de e-book é aquela bem simples, contudo pode melhorar. Já passei os dados à autora e ela sabe tudinho. Aqui deixo só o aviso de que o livro será revisado novamente. Também achei o livro longo em demasia e, mais uma vez, a autora já está ciente.

Sobre a capa, ela combina com o livro, dando a representatividade ao casal principal. Descrição #pracegover: a imagem principal é uma moça de longos cabelos castanhos de costas para o leitor, com uma praia ao fundo. Também ao fundo, onde seria o céu, há a imagem recortada dos olhos de um homem. Toda a capa é em tons de cinza, com exceção dos olhos do homem e do cabelo castanho da moça. O título está na parte inferior, tendo as letras "Em seus" na cor branca, em fonte tipográfica, e "olhos" em azul, fonte cursiva.

"Vou amá-lo como ele merece e receber o amor que ele puder me dar. Se algum dia isso não for suficiente, eu ainda terei o amor por mim mesma."

No mais, para a galera que curte um bom romance, um desses clichês bacanudos, esse livro é uma ótima pedida. É uma leitura para relaxar, para desanuviar a mente. Também é um bom livro para quem deseja conhecer novos autores nacionais.



Sobre a AUTORA:

Nilcéia Oliveira Muniz, tem trinta e quatro anos, é super bem casada com o grandão da vida dela. Tem três filhos lindos, que são a razão de sua vida e de sua loucura. E uma família da qual se orgulha em fazer parte. Já leu por duas vidas, mas acha que ainda não é suficiente, então continua no ramo da leitura compulsiva e não vê mais como problema trocar horas de sono por páginas lidas.

Em seus olhos não foi o primeiro projeto de escrita, mas foi o primeiro a sair do "talvez". O seguinte projeto que segue a série Irmãos Campbell já está publicado também na Amazon e Em seus braços conta a história do irmão em sequência: Caleb, aquele Navy Seal que a gente ama. Faz o estilo perde o amigo mas não a piada, ao mesmo tempo que devolve com afinco e garras toda a lealdade à cada um que chama de amigo. Catarinense e com um amor indescritível por anjos de quatro patas, ela sorri afirmando que sim, a vida é boa. Longe de ser perfeita, mas boa. E Deus tem tudo a ver com isso.


Céia, foi um prazer ler seu livro. Que as dicas enviadas sejam de bom proveito! E parabéns, foi uma delícia conhecer a família Campbell!

Leitores, divulguem, please! Vamos espalhar a literatura nacional!

Boa leitura! Até + ver!


Nuccia De Cicco é bióloga, Doutora em Bioquímica, escritora, poetisa, bailarina e blogueira. Carioca de paixão de Santa Teresa, é apaixonada por livros, seriados, tatuagens e lambidas caninas, além de ter uma queda saudável por cafajestes. Surda desde os 27 anos, é co-autora em treze antologias e publicou o livro “Pérolas da minha surdez”, uma obra sobre luta e força de vontade. Todas as suas facetas são mostradas no blog “As 1001 Nuccias”. Nele, a literatura impera!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja legal: aumente nosso ego deixando seu comentário!
Mas, ei! Cuidado aí! Sem comentários ofensivos!
Um imenso obrigado de todos nós!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...