sábado, 8 de agosto de 2015

2 [Primeiras Impressões] - O Lago Negro, de Juliana Daglio

Olá, pessoas lindas!

Esta semana foi tensa, mas mesmo assim, fui lá e aceitei o Desafio proposto pela autora Juliana Daglio.


O desafio foi justamente ler as primeiras 20 páginas do livro O Lago Negro e enviar minhas impressões ao público leitor. Sim, te entendo, só as primeiras vinte páginas não devem ser suficientes pra saber nada...! Porém...




Ah, não! Calma aí! Antes de conhecerem minha opinião, vamos conhecer um pouquinho do livro, ok?


O Lago Negro
Autora: Juliana Daglio
Editora: Arwen
Gênero: Fantasia Dark
Ano: 2015

Sinopse:
Verônica é uma garota problemática marcada por um passado traumático do qual mal se lembra, mas que lhe tirou o direito à total sanidade. Ao se mudar para o interior depois de passar no vestibular, ela se depara com o local perfeito onde poderá se inspirar para, finalmente, transformar seus personagens imaginários em um livro. Lagoana é uma cidade nebulosa, úmida, habitada por almas quietas e pouco amigáveis. Porém, o clima obscuro não virá somente despertar criatividade, mas também acordar seus fantasmas mais profundos. Prestes a perder o controle sobre sua trama e sobre sua mente, Verônica conhece um estrangeiro de sorriso cafajeste e olhos azuis. Desconfiada de suas intenções, ela guarda segredo quanto ao seu livro, mas não sabe que Liam também tem os seus, e que eles podem ser a chave para os mistérios que a rondaram durante toda sua vida. O Lago Negro de sua imaginação será, definitivamente, o estopim para toda sua loucura emergir. O que será que ele esconde no fundo de suas águas escuras?

 


Agora, sim... O que a Nuccia 522 achou do livro?



Pois bem, vejam só, a primeira providência que tomei ao começar a ler as páginas foi desligar meu modo autor/crítico. É, eu sei que pode gerar uma opinião tendenciosa, mas meu modo autor às vezes estraga o prazer da leitura, pois leio corrigindo, e não apreciando. Isso é um pouco cansativo com o tempo.

Então, eu abri o arquivo com as tais lindas 20 páginas e... E não procurei erros de português, de pontuação, de coerência. Quer dizer, não dá para ignorar completamente, mas de qualquer forma, não vi erros de escrita ou gramática. As minhas dúvidas em pontuação foram sanadas com uma gramática virtual, e também não foram erros. Daí, respirando aliviada, passei a avaliação do enredo.

É, pulando direto para o enredo porque todos podemos ver que a capa está estupenda! Revela detalhes do livro que você só descobre após abri-lo e ler algumas das páginas. Só a sinopse aguça sua vontade de ler rapidamente. 



Bom... A história do livro se passa em Lagoana, uma cidade do interior do Brasil, com um clima bem peculiar: sempre enevoada e muito úmida, com poucos habitantes que não são muito amigáveis ou favoráveis a 'gente de fora'. 

O livro inicia-se com um prólogo. Este, por si só, já dá uma amostra do clima sombrio e cheio de suspense do livro. Se passa totalmente na mente do protagonista (não identificado inicialmente), em seu sonho com uma moça a quem ele chama de V. 

Nesse sonho, a conversa tem toques de saudades, dúvidas, deboche e ciúmes. A moça é conhecida do protagonista há tempos, fato confirmado pela forma como conversam e por sua mudança de aparência (estatura, idade, físico) ao longo do sonho. Medo e receio permeiam as decisões do protagonista até que se encontra em frente ao Lago que deu origem ao título do Livro. 

E a moça, que pede por ajuda, por liberdade, é literalmente tragada pelo Lago Negro. As perguntas que surgiram: 1) onde termina o sonho e começa a realidade? 2) quanto em nossa mente não é conhecido por nós mesmos?


O início do primeiro capítulo é tão misterioso quanto o prólogo. Ele se inicia na época atual, com a protagonista Verônica divagando nos conceitos de loucura e sanidade, pois é exatamente neste limite em que se encontra no momento. E, no momento, ela está aprisionada, juntamente com uma criança chamada Lizandra, em um porão de uma cabana, tendo o Lago Negro (real, não dos sonhos) do lado de fora. Aos poucos, conhecemos vislumbres do passado de Verônica, seu provável trauma e culpa.

Logo a seguir, o capítulo apresenta fatos que aconteceram meses antes da prisão da protagonista: a época em que ela se muda pra a cidade de Lagoana, lugar em que supostamente está a vila universitária onde a protagonista pretende morar com o namorado já que obteve a vaga via vestibular.



Tirando o clima sombrio da cidade, esta parte da escrita é mais explicativa e descritiva, apresentando os personagens e suas vidas. É legal e incrível e eu me chateei por ter acabado logo. Também é mais despretensiosa, relaxante até. Porém, ainda há os toques de suspense sobre passado e os mistérios da cidade, além das revelações dos familiares dos personagens.


Você acaba as vinte páginas e se pergunta quando é mesmo o lançamento do livro. Por que é muita sacanagem ter de esperar tanto!

E vocês sabem que o livro é uma trilogia? Pois é! O segundo livro já está pronto e tem até nome! Preparem-se para muita emoção!


Louca para ver todos os mistérios do Lago Negro, desvendar suas tramas, aliviar tensões, navegar no romance, sentir-se lá com os personagens. 

Se eu recomendo? Bem, visto que eu quero matar a linda da Ju por não ter mais de 20 míseras páginas, acho que eu recomendo, sim! =D


Vejam só que coisa linda está o booktrailer da Editora Arwen:
video

Aguardemos, com muita expectativa, nosso livrinho impresso.

Parabéns, Ju! Sucesso!




Sobre a AUTORA:

Conhecem a Ju? Não...? =O

Juliana DaglioVinte e poucos anos, Psicóloga Clínica, apaixonada por Psicanálise, viciada em Livros e amante do Rock Britânico. Desde criança foi vidrada em faz de conta e inventava inúmeros personagens para conversar. Assistia a filmes sobre vampiros já aos seis anos, mesmo que tivesse que se esconder atrás do sofá. Na adolescência, dizia que iria ser uma Libélula. Hoje em dia se diz uma adulta confusa, que ainda adora vampiros, não ganhou asas de libélula, mas escreveu um livro sobre elas, transformando seus personagens inventados em pessoas reais, embora sejam feitas de tinta e papel. 



Autora da trilogia "Lago Negro", também escreveu os livros "Uma Canção para a Libélula" I e II, que será lançado em breve pela Editora Arwen.


Adicione as redes sociais da duologia "Uma Canção para a Libélula":

 
                                                             Parte I             Parte II

Para encontrar a autora nas redes sociais, basta clicar nas imagens abaixo:

   




Obrigada pela confiança, Juliana! Espero que minhas primeiras impressões te agradem e ajudem muito na divulgação do seu bebê!

Quem quiser, deixe um recado pra Ju!

Boa leitura!

Até + ver!



2 comentários:

  1. Ah, mas que linda!!d! Nuccita, obrigada por ter me dado a honra de participar desse Desafio, e por ter lido e resenhado com tanto carinho e cuidado.
    Amei o post e tenho certeza que os leitores vão amar muito também!

    :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, Ju!
      Espero que o livro venha logo! Doida pelo restante!!! =D
      Sucesso!
      bj-Ka!

      Excluir

Seja legal: aumente nosso ego deixando seu comentário!
Mas, ei! Cuidado aí! Sem comentários ofensivos!
Um imenso obrigado de todos nós!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...