menu

Destaques

segunda-feira, 28 de março de 2016

32 Resenha [livro] - Ímã de Traste

Olá, pessoas!

To sentindo que esse mês de março vai fechar como o mais incrível do ano pro mundo literário!!! Vocês não acham?

Então, pra comprovar, que tal mais uma resenha de livro nacional?

A resenha é do chik-lit Ímã de Traste, escrito pela nossa bela e simpática autora parceira (e amiga!) Fê Friederick Jhones, a quem conheci pessoalmente na Bienal Rio.

Vamos conhecer melhor a Valerie e seus trastes?



Ímã de Traste
Editora: Tribo das Letras
Gênero: Chick-lit
Ano: 2015 (1ª edição)
*capa referente à 2ª edição

*Livro do acervo pessoal do/a blogueiro/a*

Sinopse:
Valerie é uma mulher que acredita no amor, o seu problema é que vive escolhendo o cara errado. Seus amigos lhe deram o apelido de Ímã de Traste, só que ela ainda não sabe. Quando seu último namorado, lhe dá um pé na bunda daqueles, Valerie vai precisar repensar suas escolhas. Uma história leve e divertida sobre uma mulher na busca pelo amor, com tropeços, biquínis e tubarões pelo caminho. Junte-se a ela nessa busca e descubra se você também é um ímã de trastes.



Às vezes quando nos apaixonamos e somos ludibriados de várias formas diferentes, temos uma tendência a duvidar de nós mesmos, a acharmos que nós estamos errados. E também pode ser bem difícil compreender que o erro talvez não seja nosso. Talvez, algumas pessoas sejam assim, não sabem se entregar num relacionamento, não conseguem ver o mal que escolhem fazer. São pessoas (sim, porque convenhamos tem muita mulher que age assim também) que se acham o último biscoito do pacote de alguém que está morrendo de fome. São uns trastes.



Esse é o tipo de coisa que acontece com Valerie (também chamada de Vale). Nossa história começa quando o cara com quem Vale estava namorando desapareceu sem dar notícias. Até ela o encontrar na rua, saindo com outra. E quando ela o confronta, ele simplesmente a manda passear. Enquanto está em casa, na fossa com os amigos, descobre que eles a apelidaram de  "Ímã de Traste", por sentir atração por estes tipinhos que ela acha que pode mudar, fazendo-os serem homens melhores.


Obviamente receber um apelido desses dos seus melhores amigos, auto-proclamados 'O Quarteto', não é agradável. Vale fica muito chateada, mas ao analisar todos os tipos com quem já teve um relacionamento percebe que seus amigos tem muita razão. Aí, ela tenta se livrar desse karma indo atrás de terapia. Enquanto isso, ela esbarra com um dos seus Trastes numa cafeteria, e passa por uma avaliação no trabalho que pode levá-la a uma belíssima promoção.

Os novos problemas começam quando o seu trabalho e sua vida pessoal se misturam: o vocalista da banda, Romeu, que ela tem de promover e lançar no mercado, sente-se atraído pela Vale e eles acabam saindo juntos algumas vezes. Mas ele é um cara ciumento e, porque não admitir, um bocado infantil. Ainda por cima, seu grande amigo Rico enfrenta uma batalha do trabalho: um de seus pacientes tem leucemia e ele se sente conectado com a criança.


Aos poucos, Valerie descobre que misturar trabalho e relacionamento é furada. Descobre também nutre um sentimento profundo pelo garotinho doente. Mas demora pacas pra descobrir que sente algo ainda mais profundo por seu amigo. E as confusões e brigas com o 'quarteto' e seus antigos Trastes são inúmeras.

A protagonista, Valerie, trabalha em uma gravadora e está passando por uma situação que pode levá-la a ser promovida a Produtora Musical. É uma mulher de fibra, de coração imenso, apaixonada por música e pelos amigos, mas tem tendências a sair com homens que, mais cedo ou mais tarde, vão passar por cima dela. No entanto, ela também aprende a ser firme e impor sua presença no trabalho e, mesmo demorando um pouco, consegue enxergar seu futuro e lutar por ele.


Os demais personagens são bem definidos, com fortes características. Seus amigos são como todos os nossos: alegres, divertidos, desconfiados, atolados em trabalho, inventivos e apoiadores, cheios de defeitos, mas amam a Vale e fazem questão de dizer e ajudá-la sempre que podem. Ricardo, ou Rico, é o único homem do quarteto de amigos, o melhor amigo de Vale, aquele que sabe exatamente o chocolate que ela necessita e na hora certinha. Seria ele um traste como os outros? Os trastes apresentados são tudo aquilo que amamos odiamos num cara. Quantas vezes eu não passei por situações parecidas? Aprender... Aprendi, mas quem disse que evito?

Sobre a parte técnica: a capa da primeira edição é belíssima e tem o jeitão da Valerie. Traz uma moça (que descobri recentemente ser a própria autora!!!) de batom rosa com boina ou boné preto encobrindo parte do rosto. O título é em branco e rosa, tendo a palavra 'traste' mais destaque em tamanho e fonte diferenciada. Já a capa da segunda edição (divulgada pela autora) é mais divertida, dando o tom real de chick-lit, e combinando bem com o livro: de fundo cinza e branco, temos no canto esquerdo 3 rapazes que parecem ser arrastados até um ímã vermelho gigantesco ligado ao vestido, também vermelho, da moça representando a protagonista.


Eu tenho em mãos apenas a primeira edição, pois a segunda ainda nem foi lançada. Então vamos avaliar a parte interna apenas dela. A diagramação de 'Ímã' é linda! Todas as páginas do livro possuem uma marca d'água em tom cinza claro embelezando o livro com notas musicais de diferentes tamanhos.




Além disso, quando havia troca de mensagens entre os personagens pelo celular, a editora caprichou e colocou os balões de diálogos condizentes. Isso foi muito bacana. Porém... 

revisão da editora precisa melhorar na parte de pontuação, principalmente. Não é irritante, nem chato, pois dá pra ler o livro bem.



Aconteceram uns outros detalhes estranhos, como por exemplo, alguns capítulos iniciarem na página esquerda (quando o comum é sempre na direita) e formatação de texto de flash-back ou ponto de vista de outro personagem em negrito e itálico (quando o comum é apenas itálico - e isso foi uma coisa que aprendi com minha editora. Na qualidade de autora iniciante, nem eu sabia que negrito não é usado. A explicação que me foi dada é que negrito em um livro afasta o leitor).

De resto, um livro lindo e bem feito.

Tá, e o que você achou do livro? Diz de uma vez! Calma, cocada, a opinião final já vai: 

Eu estou entrando no mundo dos chick-lits aos poucos. Desde meados de 2015 que venho conhecendo melhor alguns livros desse gênero, pois antes nunca fui muito chegada e os estrangeiros que li achei os enredos um tanto forçados (com exceção de um único, Marsha Mellow e eu, que é a coisa mais hilária da face da Terra!!). O que tenho a dizer dos nacionais desse gênero que li até o momento é: eles têm me conquistado com louvor!


Nota-se que Ímã é uma obra que recebeu cuidado da autora. Que foi escrita com o coração na mão, pensando em formas de ajudar as mocinhas que, como eu, são viciadas em cafajestes, especialmente a não temerem as consequências de sair com um desses, nem se sentirem desvalorizadas por isso. O negócio é aproveitar o cafajeste, sem manter um vínculo - fácil, certo? #SQN. O livro ajuda também a nos lembrar que podemos não estar vendo quem efetivamente nos ama (vou manter olhos bem abertos agora).

Vale nos ensina a amar música, a focar nosso trabalho na direção certa, a lutar pelo e por quem amamos sem passar por cima de ninguém, nem ferir corações a torto e a direito. Outra lição importante é que comunicação é a base de tudo, gente! Mantenham-se às claras e tudo melhora!


Quando vocês forem abrir o livro, porque é óbvio que vocês vão ler, lembrem-se destas palavras: não há traste que não mereça uma chance, mesmo que seja uma chance de esfregar na cara dele a felicidade em que você está. ;)



Redes da obra:

 

Book-trailer


Sobre a autora:


BIOGRAFIA

Eu sou uma apaixonada por histórias e pessoas, minha primeira escolha então foi a Psicologia, as palavras sempre fazendo meu mundo ter mais sentido, palavra cantada, escrita, falada, eu amo qualquer tipo de arte. Sou uma boba que chora com dramas de amor, amo finais felizes e clichês românticos, gosto de torcer por personagens que só existem na minha imaginação e passo horas em mundos variados, criando-os ou conhecendo-os pela voz de outros. Escrevo porque preciso e não saberia viver sem isso, artigos, reflexões, frases, contos, poesias, romances, todos os meus pedaços que dou ao mundo. Lancei o meu primeiro livro Ímã de Traste pela Editora Tribo das Letras, Selo Métrica Pink. Sou mãe de uma lady peluda que se chama Belle e tenho um marido lindo chamado Deivid Jhones, de quem roubei o sobrenome. Nasci na terra do acarajé, mas moro na cidade do bolo de rolo. Prazer, eu sou a Fê!


CONTATO:





   

  



Outras obras da autora:

Venenosa
Editora: Amazon
*Publicação Independente*
Gênero: Romance 
Ano: 2016

Sinopse:
Anitta é uma mulher linda, capaz de atrair a atenção de qualquer homem e a inveja de todas as mulheres, ela sabe disso e aproveita. Seu objetivo é claro: um marido rico e uma casa na Riviera Francesa, nada menos. Seu coração é à prova de amor, seu primeiro lema é "amar jamais", só que ela não esperava ser desafiada pelo belo e sorridente garçom Heitor, ele é tudo que ela não quer, mas a vida parece pronta a brincar com seus planos. O que Anitta não faz ideia é de que Heitor esconde um grande segredo e isso pode mudar o rumo da vida dos dois.


Primeira vez... Outra Vez?!

Editora: não-publicado (Wattpad)

Gênero: Chick-lit



Sinopse:

Amanda e Jhonny estão completando cinco anos de casados, mas ela está entediada, não sente mais o frio na barriga e começou a achar que seu marido não a ama como antes. Numa manhã chuvosa, Amanda acaba encontrando uma concha diferente, escrito "Conte-me", ela faz um desejo, mas não imagina como isso pode virar sua vida de cabeça para baixo! Uma história sobre uma mulher em busca de respostas sobre seu casamento, será que ela vai conseguir encontrar o que tanto procura? Ou perderá tudo de vez?


Leia GRÁTIS no Wattpad! 


PROMOÇÕES ATIVAS:

 
 


**
Esse livro faz parte do Desafio Literário 60 Livros em 1 ano, organizado pelo Blog Livros & Tal, como minha leitura #9de60 e como desafio do mês de fevereiro: leitura de Chick-lit.

Esse livro também faz parte do Desafio Literário Skoob 2016, como leitura de março: Livro Escrito por Mulher.
**

Deixo registrado meu grande carinho pela amizade da Fê, bem como meu imenso obrigada por ter me convidado para ser sua parceira!

Agradeço de coração a cada comentário que vocês, leitores lindos, deixam aqui pra gente. Podem comentar mais, a Fê responde, eu respondo, todo mundo responde!!!! XD

Boa leitura!

Até + ver!

32 comentários:

  1. Que resenha mais cuidadosa e detalhista!! Ameiiiii!! Obrigada, Nu! Fico feliz que os chick-lits nacionais estão te conquistando e eu que eu contribuí pra isso! Obrigada pelo carinho! Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahh.... vc por aqui!!! Que bom que você gostou!! Fiz com muito carinho! Amei a Vale e seus personagens... vc escreve com coração!!! Louca pra ler Venenosa... Deve ser tudo! <3

      Excluir
  2. Oi Nuccia!
    Amei sua resenha! Você foi bem detalhista e conseguiu levantar pontos que nem imaginamos quando temos um chick lit desses na mão. Eu não sabia que a moça da capa é a autora, adorei esse detalhe. E gostei de saber que o livro pode servir como auxílio para mulheres que precisam se valorizar mais, ao invés de valorizar o homem errado. É inegável que os trastes tem seu charme, mas não precisamos nos prender e sofrer por eles, né?
    Bjs!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O principal da Valerie é como ela repensa as escolhas que faz. Espero que possa em breve ler e ter sua opinião completa!
      Ele está disponível em e-book também.
      Beijinhos e obrigada pelo comentário.

      Excluir
    2. Ah, que bom, Nina!
      Sim, achei mesmo que deu pra aprender bastante com a Valerie! Também fiquei meio chocada quando soube que a capa era a própria autora! rsrs....

      Excluir
  3. Olá!

    Sério, que premissa maravilhosa! Conheço a autora através de outras obras, essa é a primeira resenha que leio desse livro. Gostei mesmo, vou garantir o meu assim que puder. Parabéns pela resenha, fez um completo raio-x dos personagens e da trama!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E ele já está disponível em e-book também pela Amazon, caso você queira!
      Beijinhos

      Excluir
    2. Hahahaha... raios-x foi bacana...
      Então... na loja da Editora a segunda edição já está chegando! Mas na Amazon tem o e-book completinho!!

      Excluir
  4. Gostei muiiito da temática do livro!!! A personagem até me fez lembrar de uma amiga minha. Kkkk
    Tenho certeza que história irá me agradar bastante. E claro, quero muito saber se no final das contas, Valerie irá ficar com seu amigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E ele foi inspirado numa amiga minha! rsrs
      Espero que goste quando tiver a oportunidade de ler! Obrigada pelo carinho!

      Excluir
    2. Ah! Vai agradar mesmo!!! A gente sempre se identifica ou identifica alguém não é?! Só você lendo pra saber o que acontece!!! Corre!!!

      Excluir
  5. Eu sou suspeita para falar das obras da Fê. Não é por que ela é minha amiga (beijo no ombro) mas porque sou apaixonada pelo estilo de escrita dela, além de ser admiradora da mulher que ela é, forte, determinada, corajosa.
    Excelente resenha, Nuccia!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah amiga! Obrigada pelo carinho de sempre!!

      Excluir
    2. Eu tb sou amiga dela, comprei o livro direto com ela... lá lá lá lá lá.....
      Obrigada, Pri!!!! (adivinha qual livro eu vou ler agoraaaaa... )

      Excluir
  6. Oi!
    Já conhecia o livro Venenosa da autora e lendo a resenha gostei muito desse livro, a historia pareceu bem interessante me deixando curiosa sobre o Rico e a Valerie pois gostei muito desse casal e a Valerie parece o tipo de personagem forte que nos conquista !!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah! Estou louca pra ler Venenosa!!! Além disso tem outros contos da Fê na Amazon que quero ler também!! XD
      Você vai se apaixonar pelos personagens!!! <3

      Excluir
  7. Olá... Nu, não conhecia a obra e nem a autora... apesar de não ler chick lit... eu fiquei bem curiosa com a história rs... pensei em um enredo de filme e eu sentada assistindo... que bom que a leitura fluiu pra ti e que você gostou... sua resenha ficou ótima, bem explicadinha... isso me deixou bem encantada... Xero!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ei, Di,
      Eu também não lia muito chick-lit e olha só no que deu quando peguei em um! rsrsrs... Imagina se vira um filme!!! A Fê surta!!!!

      Excluir
  8. Nuccia!!!!
    Que resenha foda!
    Caracs destroçou mulher, conseguiu captar a essência de toda história.
    Eu amo a Vale, a Mon, Pedrinho e claro... O Rico!!! 😍
    A Fê escreve com a alma e o coração, então é fácil se deixar ligar pelos personagens.
    Beijos!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você é suspeita!! É a presidente do meu fã clube, então tudo que faço fica mil! rsrsrs....
      Amei os personagens da fê tb! O Rico... ah, o Rico............
      um beijo!!!

      Excluir
  9. Não conhecia a autora, mas os livros parecem interessantes. Um toque picante, né? Só o título já diz muita coisa haha Adorei.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São ótimos!!! Mas juro pra você que não tem nada hot neles... nenhuma cena de sexo mesmo!

      Excluir
  10. Confesso que não gosto muito de chick-lits, são poucos os que gosto. Parece que essa autora soube desenvolver muito bem a história, mas infelizmete não pretendo ler. Você está entrando nesse universo de chick-lits, e eu tentando sair kkk Que bom que você gostou da leitura, beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkk.... Eu entro em todos os universos ultimamente! Mas ninguém me tira do Terror!!! XD

      Excluir
  11. Gostei bastante de conhecer esse novo livro do gênero, sempre gostei de ler Chick-lits e já estou bem curiosa para ler Imã de Traste, pela resenha o livro é bem engraçado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ems, você vai adorar!! A fê escreve muito bem e o livro é divertidíssimo!!!

      Excluir
  12. Olá!
    Todos os trastes merecem uma chance, pois podem mudar de opinião!
    Gostei demais da sua resenha, Nuccia. Confesso que fiquei muito curiosa em relação ao livro, mesmo que não tenha o costume de ler o gênero, pois estou focando em conhecer gêneros novos.
    Acho que o livro garantirá boas risadas.
    Enfim, amei a dica.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então... eu tb n tinha o costume de ler chik-lit... meu negócio sempre foi terror e fantasia... mas, tentando variar pra ser bem eclética aqui no blog... eis que... Só leio livro incrível! Tente vc também!

      Excluir
  13. Oiê...esse livro parece ser bem divertido. Conheço várias pessoas que se enquadrariam na mesma situação que Valerie, kkkk
    Fiquei bem curiosa, pois sua resenha ficou incrível! Quero ler também :)

    Super beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E é bem divertido mesmo!! Você vai adorar!!!

      Excluir
  14. Ok, ria o quanto quiser, mas todas as vezes que vi essa capa li 'irmã de traste' e não ímã. Tipo, qual o meu problema? Só lendo realmente sua resenha que percebi meu erro. Muito pastel a pessoa aqui.

    Achei o livro fofo, pelo que você escreveu. Gosto desse gênero, de vez em quando. Mas assumo que essa coisa de demorar horrores para notar que está afim do cara já está um tanto cansativo para mim. O que realmente despertou a minha curiosidade foi o carinho dela pela criança... O que ela poderia fazer para ajudar a criança? A criança não tem pais? Será que dá pra adotar? Etc...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah!... Pastel é gostoso, Nana!!! rsrsrs
      Bem, acho que ela estava com foco em outras situações até perceber que estava gamada no colega... Tipo, tinha a promoção no trabalho, o peguete ciumento... Sobre a criança... Bem... se eu te contar, dou spoiler! Vai ter que ler! XD

      Excluir

Seja legal: aumente nosso ego deixando seu comentário!
Mas, ei! Cuidado aí! Sem comentários ofensivos!
Um imenso obrigado de todos nós!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...