quinta-feira, 3 de novembro de 2016

0 [Traça Literária] Resenha [livro] - Arcanista, de Joe de Lima!!!

Olá amores ❤

Hoje temos Resenha Nacional de Arcanista, livro 1 da Trilogia Vera Cruz, do nosso autor parceiro 

Joe de Lima!!!

Eu sou a Ingrid, autora e nova Colaboradora, autointitulada "traça".


Arcanista

Ano: 2016 / Páginas: 288

Idioma: português 

Editora: Independente




Sinopse

Marcel Seeder é um tímido rapaz de 16 anos que vive em Vera Cruz, uma nação dividida pelo jogo de poder entre o governo, o exército independente chamado Arcanum e a sombra do grupo ecoterrorista Voz Verde. 

Marcel se preparou desde a infância para uma carreira militar como arcanista, seguindo os passos de seu pai. Entretanto, a visita oficial do Regente-Geral e de sua família à Arcanum irá deflagrar um terrível incidente. Para enfrentar a conspiração que busca assassinar Camilla Noble, a filha mais velha do Regente, Marcel precisará superar suas limitações e dominar a gema incrustada em sua mão. 

Com uma narrativa cinematográfica, Arcanista é mais que uma história de superação e sobrevivência. É a história de pessoas que tentam encontrar seu lugar em uma sociedade com um complexo cenário político e um colossal abismo social que separa a elite e a classe menos favorecida.



Joe de Lima


Biografia

Nascido em 1981, Joe de Lima sempre gostou de inventar histórias. Após um início trabalhando com fanzines em quadrinhos, passou a se dedicar à literatura. Publicou contos em antologias das editoras Infinitum, Literata e Buriti, na revista digital Nupo e no podcast Desleituras. 



Atualmente, está trabalhando na Trilogia Vera Cruz, uma série young adult que já conta com o primeiro volume, Arcanista.




[Traça Literária]

Resenha


Arcanista é o primeiro volume da Trilogia Vera Cruz. Ansiosa para ler os próximos.


Marcel Seeder, dezesseis anos de idade, vive em Vera Cruz. Onde o Incidente Aures era uma página difícil da história mais recente. Situação criada pelo grupo ecoterrorista, Voz Verde, que ameaçou a paz e a ordem. Cujo destaque foi Florisbele Aures, considerada uma anarquista, que acabou entre as vítimas fatais.

 “— Quem aqui está inscrito no exame arcanista? — dos cem alunos, catorze moças e dez rapazes levantaram a mão. Entre eles, Marcel Seeder, a quem o professor dirigiu uma pergunta: — O que pensaria se tivesse de passar por uma situação dessas?
Marcel parou um instante sem saber o que responder. Por fim, abriu a boca timidamente e disse o primeiro pensamento que lhe ocorreu:
— Bom… depende se vou ficar do lado que bate ou do lado que apanha — a resposta arrancou risadas de seus colegas.”

Ele havia se preparado desde a infância para se tornar um arcanista, assim como o pai, Antonius, o fez por mais de uma década. Até que ao participar da tropa de choque que reprimiu a manifestação do Voz Verde de forma violenta, os estilhaços de uma bomba caseira encheram seu joelho, levando-o a uma aposentadoria por invalidez.

Marcel estava prestes a realizar o exame que determinaria seu futuro. Integrando-se ao exército independente chamado Arcanum, cujo lema era Paz e Ordem. Almejando o poder de uma gema-fortitude, que aumentava as capacidades físicas. Existem oito tipos e ela consiste em uma arma da mente, acionada pela força de vontade, autoconfiança e coragem do usuário.

 “… uma vez que um arcanista recebe ordens, não deve questioná-las, apenas cumpri-las.
É o que vão esperar de mim se eu passar no exame arcanista, pensou.”

O diretor Cecil deu abertura a cerimônia do exame arcanista. Naquele ano, duzentos e oitenta alunos e alunas increveram-se para participar, desejando fazer parte de uma força protetora nobre como a Arcanum. Um verdadeiro recorde para o Instituto Beta.

Seriam quatro testes realizados em dois dias, cada um valendo vinte e cinco pontos. Primeiro: combate corpo-a-corpo, segundo: uma elaborada pista de obstáculos, desenhada para avaliar as capacidades físicas e coordenação dos candidatos, terceiro: vestibular, quarto e último: a corrida de regularidade.

Logo, os candidatos que somassem setenta pontos ou mais, teriam a chance de realizar o teste final no terceiro dia. Este, consistia em dominar o mana, a energia vital que abastecia Vera Cruz e a maior fonte de poder da Arcanum. Somente aqueles que o fizessem, tornariam-se arcanistas.

“Beatrix cada vez mais encantada com o poder dos arcanistas. Marcel cada vez mais encantado com ela.”

Marcel e Beatrix Laure, da mesma idade, conheceram-se quando eram crianças, poucos dias depois de ela começar a estudar no Instituto Beta na mesma turma que ele. Beatrix também desejava ser arcanista e os dois costumavam descer escondidos até a área de treinamento.

“Daria tudo para saber se Beatrix Laure tinha consciência do que sentia por ela. Em outros momentos, sonhava com a possibilidade de ser correspondido. Ao longo dos anos, a viu trocar de namorado inúmeras vezes, mas não namorava atualmente.”


Marcel temia perder a amizade de Beatrix caso resolvesse se declarar, e temia também, que tivesse se saído tão mal nos testes a ponto de não alcançar a pontuação necessária. Todavia, com setenta pontos foi aceito. Nunca na história da Arcanum, um aluno com pontuação menor que oitenta conseguiu tornar-se arcanista.

No baile de graduação dos novos arcanistas do Instituto Beta, estavam presentes o Regente-Geral Domenico, a Primeira-Dama, Irena, as filhas Camilla e Nora e o filho caçula, Marcus. Sendo, Camilla Noble, a filha mais velha e herdeira da Família Regencial, destinada a se tornar a primeira mulher a governar Vera Cruz. Diante disso, uma conspiração buscava matá-la, enquanto Marcel precisava dominar a gema encrustada em sua mão.

“— O medo limitará seus poderes e pode até bloqueá-los por completo. Confiem em si mesmos. Quanto mais acreditarem no objetivo pelo qual estão lutando, maior será o poder da gema.”

Um Young Adult com ficção e distopia, que apesar de trabalhar fatos políticos e territoriais, como costuma acontecer em tantos outros, conseguiu se destacar, sobretudo, pela criatividade. Sendo diferente de todos os que já li, fazendo com que eu me sentisse diante daquele cenário tão bem elaborado. Surpreendendo-me do início ao fim.

Narrado em terceira pessoa no passado deixou-me curiosa a ponto de finalizar a leitura em poucas horas. A escrita do autor é cadenciada e os acontecimentos são abordados de forma clara e atual. Os personagens são determinados a superar suas limitações, com suas peculiaridades e características predominantes muito bem descritas.

A capa é linda, representa um arcanista trajado com seu capote militar azul escuro, segundo está descrito no início da história. A diagramação é simples e revisão é ótima.


Dou cinco estrelas e recomendo!!!
Ingrid M. S. Nascida em 03 de outubro de 1993, é formada em Design de Moda, mora com o marido em uma cidade pequena e muito pacata no interior de Santa Catarina. Ama escrever desde criança, mas somente em 2014, resolveu publicar algo através do Wattpad.


É sonhadora, criativa, detalhista e muito teimosa, uma viciada em livros e chocolate, simplesmente apaixonada por dias frios e chuvosos. Gosta muito de 
desenhar, assistir comédias românticas e seriados. 


CONTATO: FACEBOOK -  GRUPO NO FACEBOOK - SKOOB - WATTPAD  - AMAZON

Gostou dessa postagem??? Quer mais??? Que tal deixar nos comentários suas sugestões de leitura, vou adorar...



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja legal: aumente nosso ego deixando seu comentário!
Mas, ei! Cuidado aí! Sem comentários ofensivos!
Um imenso obrigado de todos nós!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...