terça-feira, 28 de março de 2017

15 [Primeiras Impressões] - Crônicas de Markus, de Márcio Zanini

Olá, pessoas!

Pensa em um livro com muito suspense, uma boa dose de segredos sendo desvendados aos poucos, medo e aflição, choque e até um romancezinho, tudo isso apenas nos primeiros 4 capítulos?

Pois é! Vem saber quais foram as minhas Primeiras Impressões sobre o livro Crônicas de Markus, escrito pelo colega Márcio Zanini e próximo lançamento da Editora Xeque-Matte!

Crônicas de Markus
Autor: Márcio Zanini
Editora: Xeque-Matte
Gênero: terror / fantasia
Ano: 2017
**Capa oficial por Helena Dias

FANPAGE | SKOOB

PRÉ-VENDA EM BREVE!

Sinopse:
Tudo que o humilde camponês Markus queria, depois de anos turbulentos, era continuar sua vida da melhor maneira possível. Suas esperanças foram renovadas com a chegada de Liliana à pequena vila. O que parecia o início de uma nova oportunidade acabou se transformando em um pesadelo terrível com a maldição que a família da jovem carregava. Sozinho no mundo, inocente quanto sua condição, incapaz de conduzir suas novas vontades, Markus acaba se agarrando aos mais próximos tentando evitar às mudanças que a vida lhe impôs. Seu medo e falta de conhecimento acabam guiando seu destino para longe dos seus objetivos. Em outra parte, Thomas, um inocente garoto, começa a ser treinado pelo experiente guerreiro Hill. Seu treinamento é brutal e violento com a única intenção de prepará-lo para se tornar, em breve, um caçador de vampiros, a serviço de um clã que deseja eliminar do mundo todos os chupadores de sangue. O encontro entre dois mundos distintos irá abalar os vampiros e o clã e desestruturar a vida que conhecem. Crônicas de Markus traz de volta os vampiros clássicos. O realismo da condição vampírica, a crueldade e o vazio que uma vida cercada de morte carrega consigo.







Há muito tempo eu não leio um livro com vampiros sanguinários. Desde o lançamento da Saga Crepúsculo e The Vampire Diaries que os vampiros passaram a ter empatia, noção de certo e errado, e a se importar e se apaixonar por humanos. Anne Rice, Bram Stoker e R. F. Lucchetti foram quase esquecidos.

Até agora!



Fugindo do comum, este livro não tem um prólogo. Vamos direto para o primeiro capítulo que é bastante promissor. Acompanhamos o pequeno Thomas sendo praticamente arrastado pela floresta por um guerreiro de semblante obscuro. E, então, ele é jogado em um buraco no chão onde havia algo. Ou seria alguém?

Depois, o livro dá uma guinada e quase nos esquecemos de Thomas quando passamos a conhecer a família de Liliana, uma jovem de dezoito anos recém-chegada a um vilarejo do interior que nunca pôde conhecer ou sequer se aproximar de homens.


"Thomas só conseguia escutar sua própria respiração falhada de medo. O horror começava a se apoderar em seu coração e mente. Havia algo ali. ele não conseguia ouvir, ver ou sentir. Mas sabia que tinha."

Também somos apresentados a seu pai, o padre Ruben, um desertor da Igreja justamente por ter se apaixonado e formado família. Eles chegam no vilarejo com a intenção de se manterem às custas das pregações, mesmo ele não sendo mais um padre oficialmente. Bem... o vilarejo não sabe disso.

Para ajudar com os custos de vida além da Igreja dominical, o "prefeito do vilarejo" oferece um trabalho a Liliana como assistente de limpeza na taberna do lugar, pois é comandada por uma mulher. Preciso dizer que o padre fica chocado com isso?


"Chegou a pensar que em sua época teria fechado o lugar e mandado enforcar aquela meretriz vendedora de álcool. Mas os tempos não eram mais esses. Tinha que aceitar o que a vida lhe trazia sem reclamar. Pecadores por pecadores, ele agora era um deles."

Uma moeda de cobre por dia de trabalho lavando copos e servindo cerveja. E a oportunidade de conhecer e se aproximar de Markus, um belo, alto, forte e vívido camponês, um trabalhador braçal que vive sozinho naquele lugar. A ligação e o interesse mútuo entre Markus e Liliana fica evidente, quase emana como uma aura, e eles começam a conversar mesmo ela sendo tímida demais.

Markus aparenta ser um camponês comum, apenas por não deixar transparecer os horrores que há em sua vida. Viúvo, a noite não é sua amiga e há muitos anos ele não se permitia viver. Apenas sobrevivia. Quando Liliana chega à cidade, algo muda e ele passa a ter esperanças...

"Antes de cair definitivamente no sono, deu um enorme suspiro e sua alma encheu de paz e tranquilidade. Um alívio que o pensamento na moça lhe dava. Uma surpresa na vontade de permitir alguém em sua vida novamente. Permitir que alguém entrasse."

O que mais ninguém sabe é que os segredos da família de Liliana não param aí. Ela está doente, do mal do pulmão negro e para se manter viva precisa beber um pouco do líquido vermelho retirado de algum animal guardado em uma caixa enorme e pesada que a família carrega em suas viagens e escondeu no terreno ao fundo da casa paroquial. Ah, não, péra!... Animal?


"Um enorme estrondo. Uma pancada tão forte que parecia ter quebrado a caixa. Ruben por um momento ficou visualizando aquilo entrar pela porta. Estava estático com Rosa em seus braços. Segundos que pareceram minutos. Mas nada aconteceu. Por enquanto estavam seguros."

E, FINALMENTE, AS IMPRESSÕES...

O autor me enviou o PDF com os 4 primeiros capítulos e eu terminei a leitura pensando em autoricídio. Por que raios eu me enfio em primeiras impressões, sabendo que terei crises de ansiedade por não poder continuar a leitura???? Devo ser masoquista...

Desde o primeiro parágrafo percebemos que a narrativa em terceira pessoa, com narrador onisciente, foi uma excelente escolha do autor. Assim, sabemos de tudo o que cada personagem pensa e sente. Os pontos de vista são modificados habilmente, em nenhum momento tive confusão.

Na verdade, a leitura me espantou pela facilidade. Apesar da história se passar em 1500 e catatau nos confins da Europa, a linguagem foi adaptada. O autor capta a essência de todos os personagens, tem uma forma própria de descrever locais, cenas e sensações, e nós, meros leitores, vibramos com tudo isso.

O clima de suspense permanece mesmo quando a narrativa está voltada para o romance. E os segredos...! Quantos segredos uma família é capaz de esconder? E cada um é desvendado ao leitor como se fosse uma trivialidade, uma cena do cotidiano. E eu só no: OMG!!! WTF??!! QQtáconteceno?!

Sinto que poderia até imaginar o que irá acontecer, mas tenho certeza que minha imaginação não fará jus à escrita do autor. Resta-me esperar para poder, finalmente, conferir o destino de Markus e Thomas.

Foram 74 páginas. Setenta e quatro lindas páginas! Parabéns ao Márcio por começar um livro assim. Quero muito ler o restante!!

Para quem não sabe, Márcio já publicou um livro no exterior que ainda não foi traduzido para o deleite de seus fãs aqui no Brasil. Crônicas de Markus é seu primeiro livro em português a ser publicado por uma editora nacional e já tem grande alcence e sucesso!

Márcio Zanini também é colunista no blog parceiro Clube do Livro e Amigos, e, diga-se de passagem, um amor de pessoa!


Sobre o AUTOR:

Marcio Zanini, 38 anos, Bauruense. Começou a escrever quando desenhava na adolescência suas próprias histórias em quadrinhos. Aos poucos, percebeu que gostava mais de escrever do que desenhar, e tudo caminhou nessa direção. O autor irá publicar o livro "Crônicas de Markus" pela Editora Xeque-Matte, onde traz de volta os vampiros clássicos, realistas, cruéis e lamuriosos. Um livro com temas adultos e cenas de tirar o fôlego.



Gente, vamos fazer um twitaço E-XI-GIN-DO que a pré-venda dure menos de 15 dias olha eu abusando para que meu livro chegue logo, porque óbvio que eu quero!

Mais uma vez parabéns ao Márcio pelo belo trabalho!

Até + ver!
Nuccia De Cicco é bióloga, Doutora em Bioquímica, escritora, poetisa, bailarina e blogueira. Carioca de paixão de Santa Teresa, é apaixonada por livros, seriados, tatuagens e lambidas caninas, além de ter uma queda saudável por cafajestes. Surda desde os 27 anos, é co-autora em nove antologias e publicou o livro “Pérolas da minha surdez”, uma obra sobre luta e força de vontade. Todas as suas facetas são mostradas no blog “As 1001 Nuccias”. Nele, a literatura impera!

15 comentários:

  1. Olá Nuccia, eu nunca tinha ouvido falar dessa obra e fiquei curiosa, pois adoro o gênero.
    Curti muito sua resenha e já vou anotar a dica.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie. Muito feliz com seu comentário. Um ótimo domingo :)

      Excluir
  2. OOi Nu!
    Olha, confesso que sou a fã dos vampiros mais apaixonados. kkkk Porém, sua impressões me deixaram cheiaaa de curiosidade. Curiosa a cerca dessa facilidade na leitura e todo esse suspense. Pensando bem... Acho que daria chances mesmo sendo algo mais sanguinário. haha
    Beijoos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi. Muito obrigado pelo comentário :) Se um dia arriscar ler vou ficar muito feliz e agradecido. :) Super abraço e um ótimo domingo.

      Excluir
  3. Que bom que curtiu tanto o que leu, e que ficou tão ansiosa pelo restante... rs... não consigo ler só uma parte do livro e ter que esperar pra terminar não, ao contrário de você resisto bravamente à tortura... hehe... não me interessei pelo livro porque tenho horror de vampiros sanguinários, mas espero que curta até o fim!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. :) <3 Muito obrigado por comentar. :) Não é todo mundo que gosta mesmo rs... Super abraço e um ótimo domingo. :)

      Excluir
  4. Interessante. Gosto de vampiros de verdade.
    Havia lido outra do mesmo autor e não gostei, mas merece outra chance.
    Abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Dan. Muito obrigado pelo comentário. Acredito que vai gostar dessa história sim. :) Super abraço para ti. :)

      Excluir
  5. Oi Nu, tudo bem???
    Fiquei extremamente curiosa com este livro... você falou tão empolgada que até eu me empolguei... concordo com você quando se pergunta, porque aceita fazer primeiras impressões haha... também, fazer o quê.... as vezes é melhor saber um pouco do que nada rs. Eu curti muito a premissa e essa capa das Crônicas de Markus que perfeita! Xero!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A editora Xeque Matte arrasou na capa. Também adorei. :) Obrigado pelo comentário. :)

      Excluir
  6. O livro me ganhou quando disse tratar os vampiros do modo clássico... O que dizer? Amo vampiros e amo quando eles são tratados com a caracterização mais pesada. Adorei a resenha e saber que o livro nos leva a um estado de tensão e suspense constante fez quase certa a minha compra. Em breve verei eu mesma como esse mundo se desenvolve.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. :) Também amo vampiros mais clássicos. :) Obrigado pelo comentário. Adorei :)

      Excluir
  7. fiquei muito curioso quando fiquei sabendo de seu lançamento, sobre ser vampiros old e tals, classicos vampiros, vou procurar saber em algumas livrarias para que eu possa ler um pouco mais sobre o livro

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá amigo. Obrigado pelo comentário. Fiquei muito feliz. O livro já está na pré venda no site: www.editoraxequematte.com.br Grande abraço.

      Excluir
  8. Oi, Nu! Eu to louca pra ler esse livro (na verdade, todos da Xeque-Matte) desde que o vi. Principalmente por trazer de volta os vampiros originais, maldosos e tal. Tenho acompanhado tudo nas redes sociais do Marcio e não vejo a hora de começar a vender pra eu comprar.

    ResponderExcluir

Seja legal: aumente nosso ego deixando seu comentário!
Mas, ei! Cuidado aí! Sem comentários ofensivos!
Um imenso obrigado de todos nós!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...