menu

Destaques

terça-feira, 18 de julho de 2017

0 [Primeiras Impressões] - O Segredo da Caveira de Cristal 2, de Mallerey Cálgara

Olá, pessoas!

Voltamos a mais Primeiras Impressões! O segundo semestre de 2017 está lotado de lançamentos! E muitos estarão na Bienal do Rio!

Que tal conhecermos o mais novo lançamento da parceira Mundo Uno Editora? Vem dar uma conferida no segundo livro fantástico da Mallerey Cálgara: O Segredo da Caveira de Cristal Vol. 2!!

O Segredo da Caveira de Cristal
Vol. 2
Autora: Mallerey Cálgara
Editora: Mundo Uno
Gênero: fantasia medieval / aventura
Ano: 2017


Sinopse:
Conclusão repleta de surpresas e reviravoltas do sucesso de vendas O Segredo da Caveira de Cristal. 

Após a queda de Heilland, iniciou-se um período sem leis. Um tempo onde não existia ordem, somente sangue, carne, ossos e aço. Era também um período de feitiçaria. O exército do Imperador Sulco havia avançado ferozmente pelos reinos à procura do herdeiro e das caveiras mágicas, deixando sombra e destruição em seu rastro. Cada vez mais ambicioso e implacável, não descansaria enquanto não conquistasse todas as caveiras. Contudo, entre os membros da Rebelião havia alguém mais poderoso do que todas as caveiras juntas. Quando seu despertar acontecesse, o rumo de todas as vidas dependeria do seu julgamento.



Mistério e emoção. Foi isso que senti após terminar de ler apenas o prólogo. O segundo volume de O Segredo da Caveira de Cristal parece prometer ser uma obra de fantasia medieval absurdamente inebriante e cheia de revelações.

A primeira parte começa no exato ponto em que terminou o livro anterior. Não leu o livro anterior? No problem! Foi rapidamente assim: No Reino de Heilland, dois príncipes disputavam o poder que deveria ter sido do mais velho, Sulco, mas acabou sendo transferido ao mais novo quando o Rei percebeu que Sulco não era bem o Rei que seu povo precisava. Também conhecemos Mongho, o jovem mago que aprende, a duras penas, como controlar os elementos após a morte de seu pai. A batalha pelo poder foi árdua, sangrenta e deixou o reino devastado. Também deixou Mongho com a responsabilidade de cuidar da princesinha que sobreviveu e recuperar as caveiras de poder. Confira a resenha AQUI

Continuando... Ao longo dessa narrativa, alguns detalhes do que aconteceu são relembrados, ajudando o leitor a se situar. Sulco, o príncipe, se apossou da Caveira de Pedra que controla o elemento Terra. Buscava a Caveira de Prata, mas o que mais desejava era a Caveira de Cristal que estava na posse do mago Mongho.

– Eu conheço a verdadeira natureza de Sulco, e vocês também. Ele é o mal. O príncipe do desespero, por quem até as trevas se ajoelham. Uma praga perversa que quer dominar o mundo. Não hesitou em destruir o irmão, o pai, a mãe. Sangue do seu sangue. Somente os deuses sabem quem mais. E o que será de nós?

Mongho, por sua vez, caminhava lentamente, tentando perseguir Sulco e seu exército na esperança de conseguir impedi-lo de conquistar todas as Caveiras. O problema era que, além de carregar a princesa, os sobreviventes dos vilarejos atacados por Sulco passaram a seguir Mongho em sua caminhada, tornando-a mais lenta e perigosa.


Decide, então, levar os camponeses para Menfhis, um povoado fora da rota. Mas... Será que lá seria tão seguro assim para todos? E, para chegar a Menfhis, teriam de passar pelo estreito entre duas montanhas, chamado Braços da Morte, seguindo um mapa mal desenhado.

Ao conversar com Barsack, um ancião que forneceu o mapa, descobre que esse caminho não será simples. Pelo contrário, as lendas e boatos dizem que criaturas estranhas atacam os viajantes, que a saída é impossível de se achar, que a loucura espreitava os passantes.

"– Se você é um mago, tem um mapa e uma mente forte para não se deixar levar pela loucura, então estamos seguros. A falta de um desses elementos durante a travessia nos levaria, na certa, para a morte." 

A diagramação está espetacular! Combina perfeitamente com o livro. Os capítulos não são grandes, mas também não são curtos demais. Medida certa, como sempre Mallerey arrasa.

A narrativa está em terceira pessoa, variando o ponto de vista de acordo com o personagem. Nesse comecinho, o ponto é quase todo sob a visão de Mongho, o mago.

A leitura é bem fluida e as palavras muito bem colocadas. É leve, tem ritmo, uma cadência que não fica enfadonha, cansativa de forma alguma. Pelo contrário, faz a gente ler sem perceber o tempo passar. Quando a degustação acabou, eu me surpreendi: como assim, já?!

"A claridade revelou que a câimbra e a momentânea falta de recordações eram seus menores problemas. Piscou repetidas vezes para ter certeza do que via: a estrada havia estreitado da noite para o dia, ficando com pouco mais de um metro e meio de largura."

Mallerey mostra que tem realmente um bom vocabulário e que tem dom para fantasia medieval. É minha segunda leitura nesse gênero dela e me sinto imersa no mundo que ela criou com muita facilidade.

Agora, desejo imensamente ter o restante para poder desfrutar da leitura por completo e para saber a conclusão dessa história emocionante! Leitores, vão por mim, vocês vão adorar!


Sobre a PRÉ-VENDA:

O livro já está em pré-venda na Saraiva!!

Em formato físico, seguindo os mesmos padrões da editora vistos no livro anterior! E por apenas R$ 32,90!

Confiram!




Sobre a AUTORA:

Mallerey Cálgara nasceu no interior de Minas Gerais, em Carmo do Cajuru. Autora dos livros Anjo Negro e O Segredo da Caveira de Cristal, e de vários contos. Leitora ávida, adora livros de fantasia, ficção científica e sobrenaturais. Aquariana, apaixonada pelos seus anjos de quatro patas –“meus mestres, minha vida” – sem os quais não saberia viver. Mãe coruja da Nanda, “a luz dos meus olhos”, a quem dedica todos os seus livros. Mallerey Cálgara utiliza uma escrita ágil e impiedosa que tornou seu primeiro livro, Anjo Negro, um grande sucesso de vendas físicas e digitais.

OBRAS RESENHADAS:
(clique na imagem para ser direcionado)

 




Essa Bienal, como todas as outras, vai acabar comigo, especialmente com meu bolsíneo! Não vejo a hora!!!! XD

E aí? Quem gostou do livro? Quem vamos ler rapidinhos quando estiver nas mãozinhas???

Divirtam-se com a leitura, garantam o seu na pré-venda!!

Até + ver!



Nuccia De Cicco é bióloga, Doutora em Bioquímica, escritora, poetisa, bailarina e blogueira. Carioca de paixão de Santa Teresa, é apaixonada por livros, seriados, tatuagens e lambidas caninas, além de ter uma queda saudável por cafajestes. Surda desde os 27 anos, é co-autora em nove antologias e publicou o livro “Pérolas da minha surdez”, uma obra sobre luta e força de vontade. Todas as suas facetas são mostradas no blog “As 1001 Nuccias”. Nele, a literatura impera!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seja legal: aumente nosso ego deixando seu comentário!
Mas, ei! Cuidado aí! Sem comentários ofensivos!
Um imenso obrigado de todos nós!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...