Pular para o conteúdo principal

Resenha dupla [livro] - A garota de treze, de Lilian Reis

Rélou, amorecos!

Hoje vamos ter uma resenha completamente diferente... sabe porquê? Temos a participação de uma pessoinha muito especial para mim, a minha filhota Giovanna, mais conhecida como Gigi

Como esta resenha é sobre um livro adolescente, nada melhor que a opinião de uma mocinha que está entrando nessa fase. A parte em rosa é a opinião da Gigi.  
                                        
A Garota de Treze
Autora: LILIAN REIS
Editora Mundo Uno (Selo Jovem)
Gênero: chick-lit, romance, adolescente
Ano: 2016
224 páginas

*Obra cedida pela editora no formato físico para resenha referente a parceria 2016. 
As opiniões são exclusivamente nossas.
Não houve nenhum tipo de intervenção em nossos comentários.*

SINOPSE:
Oi, meu nome é Luce. Odeio ter treze anos, ser chamada de pirralha e não ser popular, mas, ACIMA DE TUDO, odeio nunca ter sido beijada! Só tenho uma amiga de verdade, a Rafa, e um amigo apaixonado que tenta de todas as formas chamar minha atenção, o Bruno. Ele é pra lá de fofo, mas não gosto de garotos tão novos, entende? Minha vida sem graça começou a mudar quando botei os olhos no vocalista de uma nova banda. Nossa. Que gato! Eu já queria fazer aulas de violão, mas, depois que ouvi o carinha, decidi me matricular. Quase caí dura quando descobri que ele era o professor! PELAMORDIDEUS! Além de atencioso, paciente e lindo, tocava MUITO! Fiquei maluca por ele, tão maluca que decidi trapacear. Eu só não imaginava que as consequências seriam tão desastrosas!



Nós estávamos na Bienal de SP (se você não viu a nossa aventura pela Bienal, aproveita para conferir aqui), e minha filha ficou louca por esse livro. A Editora Mundo Uno, que é parceira do blog, presenteou minha filha com o livro e brindes, ela ficou nas nuvens, obrigada por terem feito a felicidade da minha princesa, mãe boba falando.

Eu estava com a minha mãe na Bienal, quando nós entramos no estande e vi o livro “A garota de treze”, eu já conhecia porque minha amiga tinha me indicado. Falei para minha mãe que eu queria o livro, mas ela disse não, que eu já tinha comprado muitos livros. Como a Editora é parceira do blog, me deram o livro para ler e fazer uma resenha com a minha mãe e aqui estou. Tirei foto com a escritora, com livro autografado e ganhei um copinho personalizado. 

  
Mas vamos ao que interessa. Quando iniciei a leitura confesso que estava desanimada, afinal eu já sou tiazinha e ler um livro adolescente não estava nos meus planos. Mas quando a escritora é boa isso não tem relevância. No começo do livro achei meio devagar, já que a Luce conta sobre a vida dela, do relacionamento com os pais (que são separados), dos melhores amigos Rafa e Bruno, da escola e etc.

Porém com o passar das páginas, a história vai tomando corpo e mostrando algumas questões que até eu, que sou tiazinha, tive quando era adolescente. A tal vontade de pular etapas na adolescência, querer ter outra idade para fazer coisas que não são permitidas à sua. Se você já passou dessa idade, sabe muito bem o que estou dizendo. Se você ainda não chegou nessa idade, se prepare para os conflitos.

Bom, gostei muito do livro, gostei que contou sobre a vida da Luce no começo, me identifiquei porque ela tem amigos leais com quem ela pode contar tudo. Muito normal nessa idade querer crescer, pular de fase, ir para os 15, 16, 17 ou 18 anos. Toda menina quer.

O conflito com a mãe super protetora, o pai que tem outra família, os amigos, as descoladas da escola e o primeiro amor. Luce se envolve em um emaranhado de mentiras, para conseguir burlar as etapas da sua adolescência, e isso traz consequências desastrosas. Estou tentando não dar spoiler rsrsrs. Mas ela se apaixona por um carinha, o vocalista de uma banda, lindinho e fofo e que ainda por cima é seu professor de violão, ela só não contava que o destino ia brincar com eles. Eles se apaixonam, começam a namorar escondido, mas ela descobre uma coisa que muda tudo, é aí que tudo começa a desandar na vida da Luce e todas as mentiras vêm à tona.

Luce começou a mentir muito, família, amigos e namoradinho, isso nunca é bom. Com isso chegaram as consequências que balançaram o mundo dela. Começou a se apaixonar, e como dizem “O primeiro amor a gente nunca esquece”, as mentiras foram aumentando mais e mais, até o dia em que ela descobriu... e tudo mudou.

Eu fiquei passada com o final do livro, e por incrível que pareça, o final fez mãe e filha chorarem. Confesso que julguei o livro pela capa, ops, pela capa não por que ela é linda, mas julguei pelo gênero, por ser um romance adolescente e caí do cavalo. Espero, ansiosamente, a continuação do livro, vou adorar ler e saber a conclusão de toda essa confusão na vida da Luce.

Fiquei muito triste quando acabei o livro, confesso que chorei um pouco. Aprendi que a mentira tem pernas curtas, que não podemos simplesmente virar as costas e querer pular as nossas fases, temos que viver cada momento da nossa vida e se divertir.

Então, se você ficou interessada (o), não deixe de ler. É nostálgico para quem já passou da adolescência, e uma lição para quem ainda vai passar por ela, que por mais que você queira pular etapas, o melhor mesmo é viver o que a sua idade tem para oferecer!


Considerações finais: A capa é simplesmente linda. 
A diagramação é ótima.
Encontrei poucos erros de revisão e que serão enviados à Editora, por solicitação da mesma.
A escrita é deliciosa e bem atual.

Sobre a autora: Lilian Reis é mineira, 47 anos, formada em Letras. Vive com o marido Sérgio, os filhos adolescentes, Isabella e Victor, e a sua cachorrinha Maya. São de sua autoria "Eu, meu pai e outros amores", "Amores complicados", "Páginas de uma história" e "A garota de treze".


Onde encontrar o livro:  Saraiva    Submarino   Americanas  Skoob




Beijokas, minhas e da Gigi, e nos vemos em breve!

Lucy Santos
Adoro viver em Sampa, sou graduanda em Letras, escritora pelo Wattpad, amo meu marido, meus filhos, minha cãopanheira, amo a vida, tocar piano. Meu vício são os livros, sou simplesmente apaixonada pelo mundo da leitura. Sou teimosa, ciumenta, e mais um monte de coisinhas.


INSTAGRAM | WATTPAD | G+




*SORTEIO ATIVO*
(clique na imagem para ser direcionado)

Comentários

  1. Lucy e Gigi, superamei a resenha dupla. Amei cada palavra. Obrigada pelo carinho. Ah, e a continuação está ficando linda. Beijão.����������

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Lilian, com certeza leremos, sei que estará lindo <3... estamos ansiosas pela continuação. Beijokas.

      Excluir
  2. Lucy e Gigi, superamei a resenha dupla. Amei cada palavra. Obrigada pelo carinho. Ah, e a continuação está ficando linda. Beijão.����������

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Seja legal: aumente nosso ego deixando seu comentário!
Mas, ei! Cuidado aí! Sem comentários ofensivos!
Um imenso obrigado de todos nós!

+ Acessos

Resenha [filme/documentário] - Sou Surda e Não Sabia

Olá, amorecos! Buscando ser um pouco mais eclética, assisti a um documentário muito interessante. Sou surda e não sabia é um documentário francês, produzido em 2009, sob direção de Igor Ochronowicz. Este documentário é sua estréia como diretor principal, mas ele já trabalhou como diretor de fotografia em outros 5 filmes (documentários ou filmes para TV) A sinopse do filme é esta: Por anos, Sandrine não sabia que era surda de nascença. Filha de pais ouvintes, frequentou a escola regular, e lá se perguntava como os outros compreendiam o que a professora estava tentando transmitir. O documentário olha para a questão da surdez pela perspectiva de Sandrine e sua história verídica. O filme ainda levanta a discussão sobre a conveniência do implante coclear, da oralização de crianças surdas e da língua dos sinais. E agora, 'resenhemos':

[Por Trás das Páginas] - Saiba o que é o Wattpad e como usar

Oi, gente! Essa vai ser a primeira de muitas postagens sobre o que um autor/escritor precisa saber ou entender ou se dispor para planejar, escrever, publicar e finalmente divulgar seu livro. Com vocês, a coluna Por Trás das Páginas ! Nessa era de informação de todos os cantos, com certeza alguns já ouviram falar no aplicativo Wattpad .  Eu disse alguns . Pra você, que não faz ideia do que é e pra que serve ou como usa, a solução é fácil: só ler aí embaixo! Essa postagem vai ser constantemente atualizada de acordo com as atualizações do site/aplicativo e eu deixarei aqui a data da última atualização cada vez que a fizer. ESTA POSTAGEM FOI ATUALIZADA EM: 20 DE FEVEREIRO DE 2018

Resenha [filme] - Caso 39

Olá, leitores! Quem mais aproveitou o carnaval e as férias forçadas pós cirurgia para assistir uns filmes aleatórios no Netflix ? o/ Trouxe um dos meus gêneros preferidos: suspense! Vamos conversar sobre o filme Caso 39 , lançado no Brasil em 2010 e distribuído pela Paramount Pictures! CASO 39 Case 39 , 2009 Suspense, ação, terror 109 min Sinopse: A assistente social idealista Emily Jerkins luta para salvar uma criança chamada Lilith Sullivan das mãos de seus pais abusivos. No entanto, a mulher descobre mais tarde que a garota não é tão inocente quanto parece e a situação é mais perigosa do que ela poderia imaginar. Seus amigos e pessoas do trabalho são assasinados por seus próprios filhos, e a assistente social descobre que todas essas mortes foram obra de sua filha adotiva. A filha começa a praticar atos estranhos e o desespero começa a rondar a solta. Lilith começa a ameaçar Emily, e ela tenta matar Lilith antes que seja tarde demais.