Pular para o conteúdo principal

Resenha [livro] [Sorteio] - A morte e os seis mosqueteiros

Olá, pessoas!!


Ano quase no fim, mas a gente continua a todo vapor, resenhando livros, seriados e filmes e fazendo promoções, ou seja, trazendo novidades!

A novidade da vez é a resenha do livro A morte e os seis mosqueteiros, do autor Anatole Jelihovschi.

Esta resenha é parte integrante do book-tour proposto pela editora Jaguatirica, para o qual fui convidada, conforme anunciado aqui no final do mês de outubro.

Sobre o livro:

Em seu novo romance policial, Anatole Jelihovschi mergulha fundo no cotidiano das infâncias perdidas, dos relacionamentos partidos, das oportunidades que tantos ainda acreditam distantes demais da realidade.

A morte e os seis mosqueteiros é a história de seis garotos muito amigos de uma favela. Quando crianças, tudo era uma grande brincadeira. Os meninos gostavam de se imaginar nos mundos de capa e espada, ou na peça ‘O fantasma da ópera’, mas na verdade moravam em uma favela violenta, com bandidos e policiais trocando tiros e matando gente. Ainda quando a infância sequer os havia deixado, a violência e o tráfico na comunidade em que viviam, de uma forma ou de outra, acabariam por envolvê- los em uma teia de morte, assassinando seus sentimentos, valores e, principalmente, sua amizade. 

“A favela não seria um lugar ruim de morar não fossem os bandidos e policiais trocando tiros ou fazendo arruaças, a gente tem de manter distância dos dois. Às vezes passam muitos meses na maior calma. De repente se ouve uma chuva de tiros à noite. Gritos, injúrias, súplicas. Cheiro de pólvora, cheiro de carne queimada. De madrugada volta o silêncio. No dia seguinte lá estão os corpos no chão, cercados de poças de sangue; sangue escuro, endurecido, cheio de moscas. Mas o mais assustador são as execuções dos dedos-duros.”

E a resenha vem logo a seguir:

O material da capa é o básico, encontrado em praticamente todos os livros. Maleável e com duas orelhas. A escolha da cor, um marrom não muito forte, dá, juntamente com a imagem obscura de um bandido/traficante de rosto encoberto e arma em punho, o tom sombrio que rege todo o livro. O título e o nome do autor não estão em letras garrafais, mas a fonte é ótima e o destaque também foi bem planejado.

Em formato A5, páginas do tipo "pólen" e fonte em bom tamanho, o livro tem seus capítulos numerados, e bem organizados, margens justificadas, diálogos demarcados com travessão. A diagramação é simples, o que condiz com o conteúdo do enredo.

A história gira, inicialmente, em torno de seis amigos. São todos crianças, moradoras da favela, que se unem para brincar, viver, conhecer o mundo. Auto-nomeados de "os seis mosqueteiros", começam a ter suas vidas mudadas antes mesmo dos 12 anos de idade, quando o primeiro deles morre após se enfiar no tráfico de drogas da região.

Aos poucos, mais amigos se perdem para o mundo do tráfico, seja como vítimas ou por serem bandidos, os motivos e as situações variam muito, deixando claro ao leitor que o clima da comunidade e de quem vive nestas áreas é sempre tenso e cheio de nuances.

Narrado em primeira pessoa, na "voz" de José Antônio (ou Zé Pequeno), o mais mirrado e caçula dos seis, a história chega até sua fase adulta, quando tem que lidar com mais problemas, envolvendo policiais, bandidos, um pastor, sua família e sua namorada.

Um fator muito interessante no livro é que a narrativa é feita com variação linguística, ou seja, é adaptada para se enquadrar no modo como um morador de favela com pouca instrução gramatical (já que ele largou a escola na infância e adolescência) costuma falar. No entanto, mesmo com a variação linguística, não encontrei nenhum erro de português. E os poucos de pontuação que encontrei podem ter sido propositais, justamente devido ao linguajar escolhido pelo autor.

Confesso que a história me surpreendeu pela forma como foi escrita (escolha dos personagens e da linguagem), veracidade dos fatos, pela descrição detalhada das cenas, pelo horror que incute no leitor. É um livro com enredo não extenso e que te prende do começo ao fim. Li o livro em três dias, sem afobação e sem perder o fio do pensamento.

E o final? Que reviravolta inesperada! É uma obra primorosa que vale a pena cada letrinha. Eu não conhecia o autor e, agora, virei fã. Foi um dos melhores livros que li este semestre, ficando em segundo no meu ranking de melhores nacionais do ano. Parabéns, de verdade!

Como não poderia deixar de ser, selecionei citações que me "agarraram" durante a leitura. Tive que desistir de algumas das tantas que selecionei; seguem as cinco melhores:





Book-trailer:

Acesse as redes sociais do livro:

  

Para comprar a versão impressa:






Para comprar a versão digital:

Sobre o autor:

Anatole Jelihovschi publicou Aves Migratórias (Planetário, 2005), Rio Antigo (Rocco, 2009) e A gorda (Ímã Editorial, 2012). Em 2003, foi um dos finalistas do Concurso de Contos do Prosa & Verso, caderno literário do jornal O Globo. Anatole nasceu em 1950, no Rio de Janeiro e ainda guarda 10 livros inéditos. Em seu site e nas fanpages gosta de contar como a literatura nasceu dentro dele, antes mesmo que o amor e a vocação para as ciências exatas.


Obrigada a Editora e ao Autor pela confiança depositada, me convidando para participar do tour do livro.

E agora a surpresa! Ao final do tour, o livro e 1 marcador da editora serão sorteados entre os leitores! Para isso, basta preencher o formulário abaixo:



Já estão participando do sorteio de Lançamento do livro "Memórias do Bullying"? É um sorteio DUPLO, no qual você tem duas chances de levar 2 kits lindos de livro e marcadores autografados! Vai até o dia 30/novembro!!


E o sorteio de Natal da Editora Illuminare? 7 livros!!!



Boa sorte!

Até + ver!

Comentários

  1. Nossa o livro parece incrível! Participando. Na hora que botei o link do canal Minha Contracapa, apareceu qe não existe, ai persquisei é o canal da Thaisa Lima? https://www.youtube.com/user/thaisaromero
    ou outro?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vish! Vamos corrigir rapidinho!
      O link certo é este aqui >> https://www.youtube.com/channel/UC5NNUSI01603cEkHhJ79Vhg
      Boa sorte!

      Excluir
  2. Oiii, eu achei o livro bem interessante e diferente do que é lançado atualmente, gostei e me interessei bastante.
    Estou participando do sorteio (morganabrunner123@gmail.com)
    Beijos
    http://segredosliterarios-oficial.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é bom mesmo, Morgs (olha a intimidade...! hahahaha...)
      Vale a pena! Se eu pudesse, também participaria do sorteio!
      Boa sorte e obrigada por vir!
      bj!

      Excluir
  3. Olá ... a história do livro e super interessante e com certeza estou participando do sorteio.. bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Mércia!
      Bom te ver por aqui outra vez! XD
      O livro é bem legal, não me canso de recomendar!
      Boa sorte no sorteio!
      bj-Ka!

      Excluir
  4. Oiii Nuuu, então eu fui convidada pra esse BT também, mas ando tão enrolada que não pude participar, mas gostei muito da sua resenha adoro reviravoltas e finais inesperados, quem sabe eu ainda ganho ele no sorteio e conheço a história. Sonhar não custa, né? Beijosss

    Giuliana

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menina!, você perdeu! ia adorar! Cheio de tramoias, artimanhas, sangue e situações absurdas!... Se for novamente convidada, não recuse! Vale muito a pena!
      Boa sorte no sorteio, minha linda!
      um beijo!

      Excluir
  5. Olá, a história parece ser bem interessante e sua resenha me deixou ainda mais curiosa rsrs aí desse jeito adeus vida social.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Sabrina!
      O livro tem uma quantidade de páginas razoável, mas a história flui tão bem que você lê rapidinho!
      Obrigada por vir!
      bj!!

      Excluir
  6. Agora que li posso comentar melhor! Eu também gostei bastante da leitura. Aborda temas atuais e muito necessários na nossa sociedade. Confesso que fui surpreendida pelo final e me senti traída, porque fiquei com muita dó quando o personagem "morreu". Hehehehe

    Infinitos Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Samy!
      Não é verdade! Também me deu uma dó do que aconteceu com a personagem..... Mas concordo que é um tema muito atual e bem realista.
      Abraços!
      Nu.

      Excluir
  7. Participando flor espero ganhar liviaandre74@gmail.com

    ResponderExcluir
  8. Participando e torcendo!! Bom demais!!
    Zilda Rosa dos Santos
    zildarosadossantos1@hotmail.com

    ResponderExcluir
  9. Respostas
    1. Boa sorte, Helio!
      Dia 20, só voltar pra ver quem ganhou!
      bjs!

      Excluir

Postar um comentário

Seja legal: aumente nosso ego deixando seu comentário!
Mas, ei! Cuidado aí! Sem comentários ofensivos!
Um imenso obrigado de todos nós!

+ Acessos

Resenha [filme/documentário] - Sou Surda e Não Sabia

Olá, amorecos! Buscando ser um pouco mais eclética, assisti a um documentário muito interessante. Sou surda e não sabia é um documentário francês, produzido em 2009, sob direção de Igor Ochronowicz. Este documentário é sua estréia como diretor principal, mas ele já trabalhou como diretor de fotografia em outros 5 filmes (documentários ou filmes para TV) A sinopse do filme é esta: Por anos, Sandrine não sabia que era surda de nascença. Filha de pais ouvintes, frequentou a escola regular, e lá se perguntava como os outros compreendiam o que a professora estava tentando transmitir. O documentário olha para a questão da surdez pela perspectiva de Sandrine e sua história verídica. O filme ainda levanta a discussão sobre a conveniência do implante coclear, da oralização de crianças surdas e da língua dos sinais. E agora, 'resenhemos':

[Por Trás das Páginas] - Saiba o que é o Wattpad e como usar

Oi, gente! Essa vai ser a primeira de muitas postagens sobre o que um autor/escritor precisa saber ou entender ou se dispor para planejar, escrever, publicar e finalmente divulgar seu livro. Com vocês, a coluna Por Trás das Páginas ! Nessa era de informação de todos os cantos, com certeza alguns já ouviram falar no aplicativo Wattpad .  Eu disse alguns . Pra você, que não faz ideia do que é e pra que serve ou como usa, a solução é fácil: só ler aí embaixo! Essa postagem vai ser constantemente atualizada de acordo com as atualizações do site/aplicativo e eu deixarei aqui a data da última atualização cada vez que a fizer. ESTA POSTAGEM FOI ATUALIZADA EM: 20 DE FEVEREIRO DE 2018

Resenha [filme] - Caso 39

Olá, leitores! Quem mais aproveitou o carnaval e as férias forçadas pós cirurgia para assistir uns filmes aleatórios no Netflix ? o/ Trouxe um dos meus gêneros preferidos: suspense! Vamos conversar sobre o filme Caso 39 , lançado no Brasil em 2010 e distribuído pela Paramount Pictures! CASO 39 Case 39 , 2009 Suspense, ação, terror 109 min Sinopse: A assistente social idealista Emily Jerkins luta para salvar uma criança chamada Lilith Sullivan das mãos de seus pais abusivos. No entanto, a mulher descobre mais tarde que a garota não é tão inocente quanto parece e a situação é mais perigosa do que ela poderia imaginar. Seus amigos e pessoas do trabalho são assasinados por seus próprios filhos, e a assistente social descobre que todas essas mortes foram obra de sua filha adotiva. A filha começa a praticar atos estranhos e o desespero começa a rondar a solta. Lilith começa a ameaçar Emily, e ela tenta matar Lilith antes que seja tarde demais.