menu

Destaques

sexta-feira, 16 de agosto de 2019

4 Resenha [livro] - Nilue, de Thaís Lopes


Olá, leitores!

Estamos botando as leituras em dia apesar de tudo (e por tudo leia-se projeto de pós-doutorado, orientação de aluno e véspera de Bienal)!

Leitura em dia significa o quê? Hein, hein, hein? Ezáctamentchy! Resenha!

Rola pra baixo e abrace comigo a escuridão de Nilue, uma fantasia nacional espetacular escrita pela Thaís Lopes e publicada de forma independente na Amazon!


Sobre o LIVRO:

Nilue
Autora: Thaís Lopes
Editora: Amazon
Gênero: fantasia / YA
Ano: 2016
712 p.

Sinopse:
Tamisa sabe o que é ter tanto medo a ponto de parar de sentir - e é apenas por isto que ainda está viva. Uma escrava fugitiva, ela encontrou refúgio na cidade das sombras chamada Nilue, e deixou o passado para trás. Até que ela rouba um artefato escondido pelo Rei, e todo o Nilue começa a pagar por suas ações. Tamisa se vê no meio de um conflito com raízes no passado do seu mundo - aquele passado tão bem apagado que poucas lendas sobreviviam. Vista como uma heroína por boa parte do Nilue, caçada pelos homens do Rei e por aqueles que usam magia, Tamisa não tem muitas opções. Para tentar salvar sua vida e o lugar que é um lar para todos os fugitivos, ela traz de volta um poder tão antigo quanto a cidade das sombras, e tão letal quanto elas. O mesmo poder que salvara sua vida, uma vez, e que agora pode significar sua destruição.



Existe um reino, um lugar cheio de lendas em que a história foi quase esquecida. Lá, duas cidades são as principais: Delarma, a cidade da luz, governada pelo Rei, e Nilue, a cidade das sombras, sem governo, onde as pessoas que foram expulsas ou fugiram de Delarma se refugiam.

Onde as sombras dominam.


Tamisa é uma fugitiva da Cidade Iluminada. No dia em que o mercado de escravos queimou, ela conseguiu milagrosamente escapar pelo rio e se refugiou no Nilue. Lá, foi acolhida por uma bruxa, da qual agora quer distância, e então fez uma amizade inusitada. Com as sombras.

Ela tem um dom incomum, cuja origem é desconhecida, mas do qual todos sabem e fazem questão de manter distância. Tamisa caminha com as sombras. Sim, isso aí, tipo "puf" e "ahá"! E conversa com elas também.

"Até mesmo pessoas do Nilue se incomodavam quando me viam conversando com as sombras."

Não, as sombras não a obedecem, elas praticamente têm vida própria. E fome. Fome de vidas.

Tudo ia bem até Tamisa fazer a gracinha de roubar um punhal da sala do Rei. Era um punhal que parecia não ter tanto valor, a não ser pelas joias incrustadas, mas... o feito iniciou uma guerra.


Agora Tamisa e seus amigos têm de se preocupar com muito mais do que apenas as sombras. Precisam escapar da tirania e da fúria do Rei da Luz. E sobreviver à fome das sombras que estão lutando ao lado deles.

"Não havia paz para quem morava no Nilue e todos nós sabíamos disso."

Eu simplesmente adorei ler esse livro! É de uma imaginação espetacular! Quando a gente achava que tinha entendido tudo, surgia mais uma informação que deixava a gente: "quê?!"...

O embasamento da história foi ótimo, o desenvolvimento então nem se fala. Achei o final impactante. Para uma fantasia épica, em que estamos acostumados ao herói, ter uma heroína, que não se sente heroica de forma alguma, que tomou muitas decisões difíceis e consideradas erradas, que passou por momentos de "foda-se todo mundo", fez muita diferença.

"O medo pode ser sua arma e sua fraqueza. E as consequências, não as intenções, dirão ao mundo quem você realmente é."

Além da premissa interessante, a capa é de cair o queixo! Aliás, foi por causa da capa que comprei o livro. Depois disso, conheci os outros livros da autora e estou boquiaberta até agora.


Teve um porém? Teve um só: a revisão podia ser mais profunda, não vi erro de digitação, poucos de pontuação, mas muitas palavras repetidas (coisa que só quem trabalha com isso vai notar de primeira, se fosse 1 anos atrás, nem notaria).

E...? Não me tirou o gosto da leitura! Passei muitas noites indo dormir depois das 2h da manhã porque estava lendo e perdi a hora de desmaiar!

Se depois disso, vocês ainda precisam de incentivo para ler: CORRAM! Não percam a oportunidade de conhecer esse mundo e suas lendas!

"Aquela que caminha nas sombras deve se lembrar da natureza da luz, pois é fácil demais se perder na escuridão."



Sobre a AUTORA:

Mineira do interior, Thais Lopes cresceu entre livros. Desde criança, cria histórias e mundos fantásticos. Seu primeiro livro publicado foi O Ciclo da Morte, uma fantasia urbana ambientada no Brasil. Atualmente mora em Belo Horizonte com seus seis gatos.



Próxima postagem é sobre a Bienal do Livro Rio 2019!!

Vai ter horário de autógrafo, foto de brindes exclusivos, grandes expectativas, lista de livros desejados! Uhuuuuuuu...!!!

Enquanto isso, vai lendo o livro indicado! XD

Boa leitura! Até + ver!



4 comentários:

Seja legal: aumente nosso ego deixando seu comentário!
Mas, ei! Cuidado aí! Sem comentários ofensivos!
Um imenso obrigado de todos nós!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...